Uma semana depois da estreia da segunda temporada de “Casados à Primeira Vista“, podemos fazer esta afirmação com toda a certeza: Ana Raquel não gosta de muita coisa.

A noiva de Paulo é difícil de agradar e, ao longo das emissões do programa, nunca escondeu o seu desagrado perante várias situações. Uma das mais caricatas foi à entrada do quarto do hotel, na lua de mel.

Ana Raquel não gostou de ver pétalas de rosa em cima da cama e começou a refilar com a situação, reclamando com o marido e com a própria produção. “Olha, este quarto não é nosso. Podemos sair”.

“É adequado”, disse o concorrente a medo. A resposta da mulher não se faz esperar: “É adequado a quem? É adequado a duas pessoas normais, que se casam de uma forma normal. Não é adequado a duas pessoas que não se conhecem de lado nenhum e que não vão usufruir disto”.

“Casados à Primeira Vista”. O início da lua de mel atribulada de Ana Raquel e Paulo

Mas esta situação não foi a primeira — nem a última — a ocorrer durante as várias emissões do programa. Os próprios especialistas têm consciência de que Ana Raquel se queixa muitas vezes. “A Ana Raquel tem um padrão de muito queixume”, diz Eduardo Torgal numa das emissões do programa.

Em apenas uma semana de “Casados à Primeira Vista”, a MAGG contou 50 vezes em que a concorrente diz não gostar de alguma coisa.

1. “Não vou seguir numa relação onde não haja química entre ele e o meu filho”

2. “Não sei como é que ele vai lidar com uma rainha, porque eu também sou uma leoa”

3. “Detesto, detesto ver-me maquilhada”

4. “Este batom é que não pode ser, detesto isto”

5. “A maquilhagem está muito bonita e o cabelo também está muito bonito. Eu é que não me identifico com nada”

6. “Estamos parecidas em quê? Eu franja ao lado, não”

7. “Assim às primeira vistas não têm nada que ver comigo”

8. “Não me agrada nada”

9. “Não gosto assim muito de lamechices. Não sei o que escreveste para aí”

10. “Não sou de escritas ou de discursos”

“Casados à Primeira Vista”. Ana Raquel arrasada nas redes sociais

11. “Aquele clique não se deu”

12. “Não sou dada à fotografia. Detesto isto”

13. “A sério que não tinham outra estrada para eu caminhar?”

14. “Sinto-me mal, não me sinto muito bem”, referindo-se à situação do casamento

15. “Todo o aspeto de cima a baixo não tem nada que ver com o que eu idealizo para mim”

16.”Ele é de Lisboa e eu sou de Aveiro. Eu nunca na vida me mudo para Lisboa”

17. “Percebemos logo que não eram as pessoas que estávamos à espera de encontrar ali”

18. “Se puserem alguma valsa para dançar, eu não vou dançar. Digo-te já”

19. “Eu não gosto disto, nem sei o que é isto”, referindo-se ao atum presente no prato

20. “Eu não como nada disto, não gosto nada disto. Isto está cru”

21. “Neste momento não tenho vontade de continuar”

22. “Não me agrada nada tendo em conta aquilo que eu sempre falei”

23. “Eu tive o dia todo amuada, em baixo, chateada”

24. “Não tem nada que ver comigo. Nada, nada, nada”

25. “Lamento, mas não consigo”

“Casados à Primeira Vista”. Após a noite de núpcias, Ana Raquel praticamente matou o casamento

26. “Não gosto muito de dançar. Pelo menos não gosto muito de dançar com muita gente em redor” (disse-o duas vezes)

27. “Eu não ia dançar, fui quase que arrastada”

28. “O meu pai vai achar que não tem nada que ver”

29. “Não dá para andar assim”

30. “Se ressonares, tens de ir dormir para a rua. Já te estou a avisar”

31. “Não é nada de enroscar, Paulo”

32. “Não me peças para abrir a garrafa”

33. “Será que vais conseguir? Eu acho que não vais conseguir”

34. “Ui que horror, tanta luz”

35. “Eu não gosto muito de surpresas”

36. “Toda a gente gosta de andar de avião. Eu não”

37. “Olha, este quarto não é nosso. Podemos sair”

38. “Isto não é adequado a duas pessoas que não se conhecem de lado nenhum e que não vão usufruir de nada do que aqui está”

39. “Isto, para mim, é ridículo porque eu não gosto”

40. “Não gosto. E escusam de gravar porque vamos sair e voltar a entrar sem nada destas mariquices aqui em cima. Não gosto, peço desculpa”

41. “Isto tudo bonito, mas eu não sou romântica e não gosto”

42. “Não, mas eu não gosto deles. Não vou andar com uns óculos que não gosto. Não gosto para mim”

43. “Para quê? Isto é um bom sítio para te molhares. Não quero, vamos por aqui agora, por aqui, por aqui”

44. “Não estou habituada a experimentar coisas novas. Fico com medo, se é chá, se não é chá”

45. “Faz-me muita confusão sequer provar porque não estou no meu País, não sei o que é, posso não gostar, pode fazer-me mal”

46. “Não quero experimentar nada disso”, disse quando Paulo experimentava roupa no souk

47. “Não gosto de pesto”

48. “Acho que não vou conseguir superar”, disse referindo-se às barreiras que sente em relação a Paulo

49. “Eu nunca me relacionei com ninguém como tu”

50. “Se passasse por ti na rua, nunca iria olhar para ti. Nunca.”