Uma das maiores dificuldades de quando se está a procurar transformar um espaço é a de conseguir olhar para o que temos à frente e projetar, na mente, o que queremos fazer dele. É um exercício impossível para muita gente, que não consegue abstrair-se do que está a ver. Daí ser essencial trabalhar com profissionais do design, arquitetura e decoração. Mostramos um exemplo. Aqui, vamos demonstrar como é possível transformar um apartamento neoclássico num espaço contemporâneo, um projeto que foi criado na capital económica sul-americana, São Paulo.

Este projeto foi pensado e concretizado em pormenor para que o resultado final fosse não só o de conseguir um espaço moderno, como ao mesmo tempo acolhedor.

De modo a proporcionar uma maior integração e fluidez entre espaços, o interior foi totalmente reorganizado e algumas paredes derrubadas. Somente dois dos quartos originais foram mantidos. O apartamento foi repensado para incluir espaços que estivessem em sintonia com estilos de vida modernos e que houvesse uma forte ligação com arte e natureza.

Uma premissa básica do projeto era “conviver com arte e natureza”, ideia essa refletida nos espaços, que apresentam tanto elementos de design como da natureza. Um jardim com árvores de fruto foi criado na varanda para dar mais conforto e proteção do caos da cidade. O resultado é uma transição suave para a cidade e uma extensão do espaço de estar do apartamento.

Uma parte em cimento foi exposta para criar uma “vitrine” para uma seleção rotativa de obras de arte.

Foram utilizadas na decoração várias peças de designers internacionais. Na zona de estar, as Poltronas Mart, de Antonio Citterio, e o Banco Nelson, de George Nelson, são exemplos de como linhas curvas e retas combinam na perfeição.

Numa segunda zona de estar, o enorme Sofá ExtraSoft modular, de Piero Lissoni, dá o um conforto único a quem quiser passar horas e horas a fazer maratonas de séries e filmes!

O quarto, sendo um espaço minimalista, apresenta somente duas peças icónicas, como a Poltrona LCW, de Charles & Ray Eames, e o Candeeiro Atollo, de Vico Magistretti, conseguindo ainda oferecer uma ligação com o design.

Este projeto é sem dúvida uma forte inspiração para todos aqueles que gostam de espaços amplos, modernos e únicos.

8 fotos