As comparações da apresentadora com Cristina Ferreira, agora a trabalhar na SIC, são constantes. Depois de 15 anos da dupla Cristina e Manel, o público levou algum tempo a reconhecer o lugar de Maria Cerqueira como parceira de Goucha. Mas agora que se fala numa possível saída de Maria do programa das manhãs, a apresentadora confessa que a falta de interesse pelo “lado estrela e da imagem” a tornam diferente dos principais rostos do entretenimento, admitiu à Rádio Comercial.

Quando Maria Cerqueira entrou para a TVI, o público não reagiu bem: aquele que era o programa de Manel e Cristina ia agora ser apresentado por Maria, e esta não era uma versão 2.0 de Cristina Ferreira. No entanto, a verdade é que alguns fãs acabaram conquistados pelo perfil da antiga apresentadora do “Porto Canal” — o que, ainda assim, não foi suficiente para derrotar o programa de Cristina na guerra de audiências.

Influenciadora portuguesa atacada por seguidora. “Nunca na vida vais ter o prazer de saber o que é ser mãe”

A falta de interesse da apresentadora “pelas maquilhagens e penteados” e pelo “lado de estrela e da imagem” poderão ser, confessa à rádio, o que a torna menos próxima dos espectadores. 

Para além disso, assume ter muito pontos que “jogam contra: eu venho do meio que venho, sou do Futebol Clube do Porto e não do Benfica e o day time está em Lisboa. No início, recordo-me de ouvir as pessoas dizerem ‘vai para a tua terra’”.

Em relação às comparações com Cristina Ferreira, Maria afirma que terminaram e que o público reconhece que esta nada tem que ver com Cristina Ferreira. Reconhecendo o mérito da antiga parceira de Manuel Luís Goucha na televisão, admite ainda que não seria capaz de trabalhar com ela “porque, no fundo, não conseguiria retirar o melhor de mim ao lado daquele furacão”.