É oficial. Depois de muita especulação por parte de entusiastas e pessoas ligadas à indústria dos videojogos, a Sony anunciou esta terça-feira, 8 de outubro, o que se suspeitava há vários meses: está para breve uma nova e mais potente versão da PlayStation.

O anúncio foi feito por Jim Ryan, presidente e CEO da Sony, através do blogue oficial da marca. “Desde que revelámos a nova geração de consolas em abril, sabemos que tem havido muito entusiasmo e interesse em saber mais sobre como vai ser o futuro dos videojogos”, começa por dizer no comunicado oficial.

E continua: “Por isso, estou orgulhoso de partilhar convosco que a nova geração da nossa consola vai chamar-se PlayStation 5, e vamos lançá-la a tempo das festividades de 2020”.

Embora não seja dada uma data definitiva, os fãs e utilizadores da PlayStation podem esperar uma nova consola para meados de novembro, de modo a apanhar a altura do Natal.

Videojogos. “Nós, mulheres, somos o alvo mais fácil”

Além da consola, o CEO da Sony revelou ainda a chegada de um comando melhorado e capaz de oferecer uma experiência de jogo mais imersiva. Para isso, os novos comandos vão contar com a tecnologia de feedback tátil que vai permitir ao jogador “sentir uma variedade de texturas” à medida que a personagem que controla percorre os diferentes tipos de terrenos de um determinado jogo.

Apesar das novidades, ainda não se sabe ao certo quando vai custar a nova versão. Mas espera-se que esteja em linha com os preços praticados pela marca para o modelo atual.

Até ao lançamento da nova versão da consola, a PlayStation 4 vai receber ainda três grandes exclusivos que prometem quebrar recordes de vendas nas lojas: são eles o “The Last of Us II”, “Death Stranding” e “Ghost of Tsushima”.