Social

Rock in Rio chega a um novo país em 2021

O festival que já fez vibrar milhares no Brasil, Portugal, Espanha e Estados Unidos, alarga a sua área de ação. A música e a festa, essas, estão garantidas.

i

O governo chileno mostrou-se muito entusiasmado por poder receber o evento em 2021

O governo chileno mostrou-se muito entusiasmado por poder receber o evento em 2021

O evento de música e entretenimento que começou no Brasil em 1985, chega agora a um novo país. Depois Portugal, Espanha e Estados Unidos, é a vez do Chile receber uma edição do Rock in Rio. Roberto Medina, fundador do festival, assinou um acordo de intenção para realizar uma edição no Chile, ainda durante o festival que decorreu nos últimos dias no Rio de Janeiro.

O documento foi também assinado pelo empresário e produtor chileno Felipe Araya, diretor do Rock Santiago (empresa responsável pelo festival e que vai trabalhar em parceria com a organização do evento), e por Karla Rubilar Barhahona, presidente do Diretório da Corporação Regional do Território Territorial e Turismo da Região Metropolitana.

Ao jornal O Globo, Roberto Medina mostra-se satisfeito com a decisão:“Eu já avaliava que o Chile seria um país interessante para o Rock in Rio e, há pouco mais de um mês, fui contactado por um empresário do país interessado em levar o festival para lá”. O governo chileno mostrou-se muito entusiasmado com a proposta e Karla Rubiliar ainda reforçou que o evento irá acrescentar valor à cidade de Santiago e impulsionar o turismo e a economia do país.

O Rock in Rio Brasil terminou ontem e levou cerca de 700 mil pessoas ao longo de sete dias de evento

A vice presidente do festival, Roberta Medina, avança que o festival deverá acontecer daqui a dois anos. “É um pouco ousado 2021, não achava nada mau 2022 para equilibrar”, explica, garantindo, no entanto, que caso se realize na data prevista, o evento irá acontecer “logo a seguir ao do Brasil”.

O Rock in Rio Brasil terminou dia 6 de outubro e foram mais de 700 mil as pessoas que vosotaram o Parque Olímpico do Rio de Janeiro. Os bilhetes esgotaram em abril em apenas 15 dias.

Os pedidos mais ou menos excêntricos de 15 artistas no Rock in Rio Lisboa

Santiago do Chile será a quarta cidade a receber o evento fora do Rio. Recorde-se que o festival regressa a Lisboa no próximo ano, nos dias 20, 21, 27 e 28 de junho. Durante quatro dias o Parque da Bela Vista transforma-se uma vez mais na Cidade do Rock. Apesar de ainda não haver artistas confirmados, Roberta Medina confirmou à BLITZ que não haverá aumento nos preços dos bilhetes— mantendo-se o valor de 69€.

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.