Gostar de vinho não significa que se percebe de vinho. Há uma grande diferença entre alguém que simplesmente gosta de beber uns copos de vinho de vez em quando e alguém que conhece as castas, que sabe as melhores temperaturas ou quem são os melhores produtores.

Depois também há quem saiba identificar cada elemento presente no vinho quase só de olhar para ele, mas isso deixamos para os profissionais. Não é preciso saber o que é o “final de boca”, o que são os taninos, identificar que uma rolha tem TCA ou o que é um vinho complexo, mas há mínimos para se poder dizer que se percebe de vinho.

Quiz. Está a par de tudo o que aconteceu este verão?

Mas para se poder assumir como alguém que realmente gosta e que sabe o mínimo sobre vinho, há que ter na memória algumas curiosidades e factos que um amador desconhece. Deve saber por que motivo gira o vinho dentro do copo, saber quanto tempo deve deixar respirar o vinho depois de abrir a garrafa, onde guardar as garrafas de vinho em casa ou simplesmente saber segurar no copo de vinho da forma correta (algo que muitos não sabem fazer).

Se não é sommelier, mas, nos jantares entre amigos, gosta de se comportar como tal, responda a este quiz. Se souber tudo, pode assumir-se como um bom conhecedor, se não, já pode usar os novos conhecimentos num próximo jantar.