Sociedade

Já pode fazer um autoteste para saber se tem VIH

É o primeiro em Portugal e pode ser comprado na farmácia, sem receita médica. O resultado surge em 15 minutos e a Mylan garante ser 100% fiável em infeções ocorridas há 3 meses.

i

A deteção atempada do vírus, pode fazer com que este não evolua para SIDA

A deteção atempada do vírus, pode fazer com que este não evolua para SIDA

Os números continuam a ser preocupantes. Um em cada 13 portugueses com o Vírus da Imunodeficiência Humana (VIH), não está diagnosticado. Com o objetivo de reduzir estes números e de caminhar para uma futura erradicação do vírus, a empresa farmacêutica Mylan acaba de lançar uma novidade em Portugal.

É o primeiro autoteste que deteta este vírus e que pode ser comprado em farmácias, sem receita médica, por um preço que varia entre os 20€ e os 25€. Futuramente também poderá ser comprado nas lojas online de cada farmácia. O autoteste pode ser feito de forma autónoma e anónima. Desta forma, qualquer pessoa que queira fazer o rastreio, pode fazê-lo de forma rápida e acessível.

“A deteção atempada é o primeiro passo para mitigar novas infeções, pois um indivíduo infetado tende a tomar precauções
acrescidas, a procurar ou aceitar o tratamento, e um tratamento iniciado atempadamente permite reduzir o número de novas infeções, mortes prematuras evitáveis, e tudo isto é o caminho para o objetivo da erradicação do VIH, o qual também faz parte da nossa missão”, explica João Madeira, diretor geral da Mylan Portugal, em comunicado.

Nova investigação revela como pode ser possível eliminar o vírus da SIDA

O autoteste é feito a partir de uma gota de sangue retirada do dedo, que é analisada e que deteta os anticorpos no sangue produzidos pela infeção, como explicado neste vídeo. O resultado surge em 15 minutos e a Mylan garante que o teste é 100% fiável para uma infeção VIH que tenha ocorrido há três meses. Este diagnóstico pode fazer com que se impeça a progressão da infeção para SIDA.

Segundo um relatório da Direção Geral de Saúde, Portugal está entre os países da União Europeia com mais casos tardios de diagnóstico.

O autoteste está disponível em farmácias de todo o país

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.