Fátima Lopes é cara das tardes da TVI há oito anos – quando estreou “A Tarde é Sua” em janeiro de 2011. Esta quarta-feira, 25 de setembro, a apresentadora foi notícia por se ter exaltado em direto.

Uma das convidadas partilhou o seu testemunho enquanto vítima de violência doméstica, dizendo que tinha sido espancada durante 50 anos e, mesmo separada do ex-marido, as agressões não pararam.

“Isto tira a coragem às pessoas que querem dar um passo, porque a Guilhermina divorciou-se há dois anos e há dois anos que a vida dela continua a ser inferno”, disse Fátima Lopes visivelmente indignada. “Porque há alguém que continua a achar que ela é propriedade dele. Onde é que estão as autoridades para porem esta pessoa onde ela merece estar?”.

Fátima Lopes fala sobre aparecer em canais da concorrência

“A Guilhermina tem a coragem para estar aqui sentada, a dar a cara, e contar tudo o que viveu. E eu gostava que o agressor tivesse a mesma capacidade de se sentar aqui e de lhe dizer o porque é que o fez durante 50 anos e porque é que o continua a fazer. Fica convidado.”, disse a apresentadora.

Só este ano já morreram 26 mulheres vítimas de violência doméstica. A última vítima mortal foi Gabriela, de 46 anos, que morreu a 18 de setembro. A mulher foi esfaqueada junto ao tribunal de Braga e o suspeito do crime, um homem de 47 anos, já se entregou às autoridades.