Os bombeiros costumam ser os heróis da história, mas neste caso o título é de Zippy. Tudo aconteceu esta segunda-feira, 16 de setembro, quando o cão, de raça Jack Russell Terrier, percebeu que a casa da família Butler, em Bradenton, na Florida, estava a arder. Começou a correr pelos quartos, enfrentando as chamas, e ladrou para acordar a família, de acordo com o site “Bored Panda“. 

Em pouco tempo fez aquilo que o alarme não conseguiu — este tocou apenas algumas vezes antes de se desligar, o que não foi suficiente para acordar a família. Quando se aperceberam do que estava a acontecer, escaparam todos do fogo em segurança.

Só que, já fora da casa, o ex-jogador de futebol americano Leroy Butler, dono do cão, notou que Zippy ainda estava lá dentro. Tentou voltar para ir buscar o cão, mas a casa tinha sido engolida pelas chamas. Depois de os bombeiros apagarem o fogo, na manhã seguinte, Leroy entrou na casa e viu que Zippy tinha ficado sufocado pelo fogo.

Leroy Butler, ex-jogador de futebol americano, é um dos membros da família salvo por Zippy

Kim Kuizon FOX 13/Twitter

“Os bombeiros de Bradenton disseram que o fogo começou no sótão perto do ar condicionado. A causa é indeterminada”, refere no Twitter a jornalista Kim Kuizon da estação de televisão americana “Fox 13“.

Em entrevista à mesma estação televisiva, Butler disse que o chão da sala estava em chamas, por isso Zippy não tinha como sair dali. “Ele era um cão pequenino. Não havia lugar nenhum para onde pudesse ir”.

Zippy era um cão preto e branco e foi adotado pela família Butler há 3 ou 4 anos, conta Leroy a outra estação de televisão americana — “Bay News 9“. “Ele fez o seu trabalho. Nós resgatámo-lo e acho que ele retribuiu o favor”, acrescenta dizendo ainda que a família vai sentir falta de Zippy.