A bênção da água benta, que acontece normalmente nas missas e cerimónias religiososas, é bem conhecida, e dizem os devotos que é uma forma de repelir o mal. Assim, um grupo de padres russos ortodoxos, decidido a purificar uma cidade inteira, deitou dezenas de litros de água benta de um avião, enquanto este sobrevoava Tver, uma cidade no centro da Rússia.

De acordo uma notícia do “The Independent”, os membros do clero embarcaram num pequeno avião, esperaram até este atingir uma altitude de 800 pés (cerca de 250 metros de altitude), e deitaram cerca de 70 litros de água benta sobre Tver, para curar os seus habitantes da dependência de álcool e drogas.

Antes de abrirem as portas do avião, os padres realizaram uma curta oração, acompanhados por um casal russo — um dos elementos, neste caso o marido, alegava estar curado da sua dependência de álcool desde esse mesmo dia.

Kanye West poderá estar a criar uma igreja – e várias celebridades já foram convidadas

O padre Alexander afirmou que o ritual iria prevenir o uso de álcool e drogas, e “parar com a fornicação”. Citado pela mesma publicação, o membro da igreja ortodoxa afirmou que “todas as doenças são um vírus, e um vírus é um demónio. Assim, todas as doenças começam por ser espirituais”.

A Rússia é um país bem conhecido pelo seu amor à vodka, ou não fosse a sua bebida nacional. Mas de acordo com os últimos dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), os russos parecem estar a reduzir o consumo desta bebida alcoólica: em 2005, um cidadão russo comum bebia cerca de 15,8 litros de vodka por ano, mas em 2016 esses números desceram para 11,7 litros anuais.