Cristiano Ronaldo já deu várias entrevistas ao longo da sua vida. Mas ultimamente, o jogador de futebol de 34 anos tem escolhido a dedo os órgãos de comunicação social a quem concede conversas de foro mais íntimo, e sempre que pode foge às questões mais pessoais.

No entanto, numa entrevista a Piers Morgan, o conhecido apresentador britânico, o capitão da Seleção Nacional deixou as emoções tomarem a liderança, e até falou sobre as acusações de violação de que foi alvo em 2018 — Kathryn Mayorga acusou o jogador de futebol de a ter violado em Las Vegas, Estados Unidos, em 2009, mas o caso chegou ao fim e Ronaldo foi considerado inocente.

Na entrevista de 16 de setembro para a ITV, o jogador da Juventus não conseguiu conter as lágrimas ao ver imagens inéditas do pai, José Dinis Aveiro, que morreu a 6 de setembro de 2005. “Nunca tinha visto esse vídeo. Inacreditável”, disse Ronaldo visivelmente emocionado, confessando que achava que a entrevista com Piers Morgan ia ser divertida. “Não estava à espera de chorar.”

“Estávamos à procura de um fora de série, comprámos um rei”. O cântico viciante sobre Ronaldo

No seguimento das acusações de violação de que foi alvo, o avançado revelou a Piers Morgan que só confia plenamente num pequeno conjunto de pessoas.

“Não vou dizer nomes, porque acho que isso não seria justo. Mas confiar a 100%, só confio em quatro pessoas no mundo”, afirmou o jogador de futebol. “Tenho amigos muitos chegados, família, mas confiar mesmo, só em quatro pessoas. A vida é assim.”

https://www.youtube.com/watch?v=4SnegWhDDdY

Para além de recordar o seu passado humilde e brincar com a quantidade de carros que tem na garagem, Cristiano Ronaldo acabou por revelar na entrevista que tem pena de não conseguir fazer as coisas mais simples, como ir com os filhos ao parque. Ronaldo é pai de quatro crianças: Mateo, Eva, Alana e Cristiano Ronaldo Jr.

“Se vou, as pessoas começam a aparecer e os meus filhos ficam nervosos, a minha namorada fica nervosa, eu fico nervoso. Quando estás em público, não podes ser tu próprio. É chato”, lamentou o jogador.