Os anos 90 podiam ser resumidos numa única frase: “Esqueci-me dar comida ao meu Tamagotchi”. Esta afirmação era logo precedida por um arrebatador sentimento de culpa, uma vez que pelo 365.º dia consecutivo víamos o nosso ser digital a morrer. É verdade que ainda mal sabíamos atar os atacadores, andar de transportes públicos sozinhos ou adormecer às escuras, mas já tínhamos um grande sentido de responsabilidade para com o nosso “filho”. Bem, mais ou menos — ele acabava sempre por morrer, e isso não era bom.

Naquela época não havia telemóveis com Spotify ou sequer um MP4. A solução para ouvir música passava por andar com um leitor de CD atrás, mais a bolsa e os restantes discos. Não era muito prático, agora que pensamos nisso, mas naquela altura não era um problema. Eram os 90’s e nós éramos felizes assim.

Só os verdadeiros fãs de Pulp Fiction conseguem nota máxima neste quiz

A única coisa que não facilitava de todo era o jogo da cobra. Quem cresceu nesta década sabe o que é passar tardes inteiras a tentar atingir níveis recordes, mesmo quando a cobra já dava a volta completa ao ecrã do Nokia 3310. E apesar de o jogo ter sido adaptado para os smartphones, nunca mais foi a mesma coisa — ninguém foi capaz de nos devolver a sensação de bater furiosamente com os dedos nos botões.

Mas há tantas outras recordações. Da PlayStation aos Backstreet Boys, há um elo especial que liga quem nasceu nesta década. Mas nem todos são verdadeiros 90’s. Lembra-se do que vinha nos pacotes das batatas fritas Matutano? E como se chamavam os ladrões que assaltaram a casa de Kevin em “Sozinho em Casa”?

Faça o teste e descubra se é um verdadeiro membro desta geração — ou se é uma vergonha para os seus pares.