Ainda não está decidido quem ficará responsável pelos três filhos que Eduardo Beauté adotou juntamente com o modelo Luís Borges, embora seja já público que o Ministério Público irá nomear um tutor para as crianças. No entanto, a família do cabeleireiro, encontrado morto no passado sábado, 7 de setembro, vítima de uma embolia pulmonar, parece não ser uma hipótese. Isto porque, de acordo com uma prima de Beauté, não têm condições financeiras para sustentar as três crianças, Bernardo de 8 anos, Lurdes de 7 anos e Eduardo de 4 anos. Até que seja nomeado o tutor, várias revistas têm dado como hipóteses três pessoas: Luís Borges, 31 anos, e pai das crianças, a ama, ou a mãe de Eduardo Beauté.

Fora de hipóteses parece estar a família do cabeleireiro. “Neste momento sabemos que as crianças estão bem. Estão com a Alice e com o Luís. Não podem estar melhor neste momento”, revelou Ana, uma prima de Eduardo Beauté, em declarações à revista online Flash, revelando que a família “não tem condições mentais para estar com eles”. “Não vamos lutar pelas crianças. Não temos condições. A minha tia tem 75 anos, a minha prima tem dois filhos menores, o meu primo tem um filho menor, eu não tenho vida”, explica a prima de Beauté. “Ninguém tem vida. Vivemos do nosso trabalho, trabalhamos para viver. Somos uma família muito humilde. Temos de seguir em frente”.

Já se sabe qual foi a causa de morte de Eduardo Beauté

Apesar disto, a prima e a família do cabeleireiro não querem cortar laços com as três crianças. “Ainda há pouco estive a falar com o Luís, que me disse que ia dar banho aos meninos. Eu pedi-lhe para estar em contacto com ele para saber dos meninos”, continua. “A minha tia vai-me perguntar e quero ter uma resposta para lhe dar. Espero que possamos ter contacto com os meninos”.