Agora que o Sushic fechou, a Margem Sul ficou orfã de um restaurante de sushi daqueles que dão vontade de atravessar a ponte. E é essa falha que Mário Ribeiro quer colmatar ao abrir o Honor. “Restaurantes de sushi por aqui há muitos. Eu quero ter ‘o’ restaurante de sushi”, explica à MAGG.

Começou a aprender sobre peixe exatamente no Sushic — considerado pelos utilizadores do TripAdvisor o segundo melhor do mundo — e por lá ficou mais de seis anos. Depois desta primeira experiência, juntou-se ao seu souschef Francisco Bessone e ainda ao amigo Rui de Oliveira para juntos abrirem no Saldanha, em Lisboa, o Nómada, um restaurante que junta a tradição a uma cozinha contemporânea com pratos para quem não gosta de sushi.

Honor

Mostrar Esconder

Morada: Rua António de Andrade 1154-A, Charneca De Caparica, Setúbal
Telefone: 212 475 643
Horário: 12h30-15h e 19h30-23h. Fecha à segunda-feira

E é agora a solo que volta a cruzar o Tejo para um regresso às origens. “Sou do Monte da Caparica e é a esta zona que quero dar um restaurante de qualidade”, refere.

A tal qualidade aqui nota-se na frescura do peixe que varia consoante o que há na lota. Ainda que salmão, atum e pampo sejam denominadores comuns a todos os dias, ao todo, chegam a ser sete diferentes. Ostras, corvinas, vieiras e carapaus costumam fazer parte dos pratos que cria e aos quais junta cervejas japonesas e vinhos de pequenos produtores.

A carta é grande e, para não nos perdermos, seguimos diretamente para as opções categorizadas como “Especialidades”. Carpaccio de lírio dos Açores (11,50€), ou de atum com vieiras (13,50€) são dois dos melhores pratos, mas também pode optar por tataki de atum (12€), chirashi (19€) e um Poké Fusion (11,50€), com peixe do dia, tempura do camarão, gyoza e tataki de salmão.

6 novos restaurantes de sushi para provar em Lisboa e Porto

Há uma infinidade de gunkans, sashimi, niguiris e hosomakis, mas, tal como no Nómada, também no Honor há opções para quem dispensa peixe cru. Há bitoque de atum (15€), caril tailandês de gambas (14,50€) e mil folhas de salmão (12€), isto ainda nos peixes. Mas há duas opções de carne: vazia maturada (16€) e tornedó com molho de vinho da Madeira (16€).

As sobremesas também surpreendem. A lista começa com uma Ópera de Chocolate (6,50€), um bolo feito de chocolate e café, com ganache de chocolate da Costa Rica e creme de café. Mas também há brownie de chá verde (5,50€), pudim de gemas com gelado de yuzu (4,50€) e creme brullé de abóbora (5,50€).

Ao almoço durante a semana, há sempre um menu executivo com o qual, por 13,95€, pode experimentar uma sopa miso, um combinado de 16 peças (tradicional ou de fusão), sobremesa e café.