A semana está a terminar, já devorou a última temporada da série “Mindhunter” e a última coisa que queria fazer este fim de semana era ficar no sofá — sobretudo quando ainda está a recuperar do que viu. Está naquela fase em que nenhuma série nas plataformas de streaming parece capaz de igualar a história sobre os serial killers? Pois, nós sentimos o mesmo.

Se calhar até já fez algumas sugestões ao namorado ou namorada, mas é bem possível que tenha ido para os básicos e elementares “jantar e cinema”. Quantas vezes é que já fizeram isso este ano? É melhor nem contabilizar.

Damos-lhe 10 opções criativas para solucionar o dilema e tirar a relação da rotina.

1. Saltar de paraquedas

Paraquedismo- para curiosos ou simplesmnete para quem quer ter o memso ponto de vista de uma ave

rawpixel.com / pexels

Se é para se atirar de cabeça, então que o faça literalmente. Saltar de paraquedas pode ser uma boa opção para quem gosta de uma experiência radical e em casal é ainda mais divertido. Em Portugal encontra várias empresas que promovem a aventura como a Skydive Europe, a Skydive Portugal, Skydive Porto ou a  Skydive Fun Center. Os preços variam consoante os metros de altitude e o tempo de queda. Podem começar nos 115€ e ultrapassar os 200€, caso também queira guardar um registo fotográfico ou fazer um vídeo da aventura.

Mas antes de ir, retenha esta informação: durante a queda livre, a velocidade atingida pode ser mais de 220 quilómetros por hora. Ganhe coragem e prepare-se para o salto.

Da estratosfera para a Terra. O engenheiro da Google que deu o maior salto em queda livre

2. Fazer um passeio de balão de ar quente

Uma experiência no mais velho veículo aéreo da história da humanidade

rawpixel.com / pexels

Se gosta de alturas, mas não o suficiente para saltar de paraquedas, pode sempre optar por sobrevoar num meio de transporte quase idílico — um balão de ar quente.

E não é só na Capadócia, na Turquia, que é possível concretizar este desejo. Voar à velocidade do vento é possível no Porto, Bragança, Lisboa, Évora, Alentejo, Ribatejo e Algarve. Os preços podem variar entre os 150€ a 1.500€, dependendo do local, do tipo de balão e do número de pessoas a bordo. As viagens realizam-se mais frequentemente entre fevereiro e outubro, sendo que só acontecem quando estão reunidas as condições meteorológicas adequadas.

3. Passar o dia num parque aquático

Não foi só para miúdos que foram construídos os parques aquáticos. Do norte a sul do País, são várias as alternativas para passar um dia diferente dentro de água. Tendo em conta que o verão só parece ter começado agora, aproveite os dias de calor e passe o dia em tobogãs, escorregas com muitos metros de altura e piscinas de ondas. Deixamos uma lista de propostas, com preços a partir de 9€.

5 fotos

4. Acampar (mas com luxo)

Prepare a tenda e vá acampar

rawpixel.com / pexels

Se procura uma noite diferente sem gastar muito dinheiro, acampar pode ser uma boa sugestão. Há vários parques de campismo espalhados pelo País, e alguns parecem quase hotéis de cinco estrelas — com bungalows luxuosos e piscinas para todas as idades.

É só escolher o seu favorito: recorde o artigo da MAGG onde lhe damos 5 sugestões de parques de campismo incríveis.

5. Desfrutar de um dia no spa

Aproveite, relaxe e fuja da agitação da cidade

rawpixel.com / pexels

Massagem ao som de uma música ambiente e cheiro de velas perfumadas, com direito a jacuzzi, sauna, banhos turcos e piscinas interiores. Se está a imaginar-se a usufruir de tudo isto, só falta marcar. Em Lisboa o difícil será decidir qual escolher. Podemos sugerir o CitySpa, que foi distinguido em 2014 e 2015 como o melhor Day Spa do País nos World Luxury Spa Awards, que premeia os melhores spas de luxo do mundo. O espaço disponibiliza rituais de todos os géneros, com preços que começam nos 35€.

Premiado com chave de ouro este ano pelo guia do Expresso “Boa Cama Boa Mesa“, o H2otel Congress & Medical Spa também pode ser uma boa sugestão. Localizado num vale de origem glaciar, a uma altitude de 750 metros, na Covilhã, a unidade soma já vários prémios e tem um spa incrível com cascatas, formações rochosas e uma ampla piscina interior ligada à exterior — que também tem água quentinha. Recorde a crítica da MAGG ao H2otel Congress & Medical Spa.

7 formas de transformar a sua casa num spa

6. Fazer um workshop

Defina o tema do workshop e investigue os locais mais próximos de si

rawpixel.com / pexels

Pode sempre optar por realizar um workshop a dois numa área na qual tenham ambos interesse, seja fotografia, escrita, cake design, costura, cerâmica ou até maquilhagem. Se é apaixonado assumido por xadrez, ou até tem curiosidade em aprender como se joga, a 7 de setembro haverá uma aula aberta de xadrez em Lisboa, entre as 10h30 e as 12 horas. A entrada é gratuita e pode valer a pena aproveitar a experiência.

Caso este jogo não lhe desperte interesse, no mesmo dia tem um workshop  no qual aprende a fazer um pastel de nata, na pastelaria Batalha. O espaço em 2018 ganhou o título de 3º Melhor Pastel de Nata em Lisboa. O workshop realiza-se às 14h com um valor desde 54,99€.

Se nenhum destes workshops lhe chamou à atenção, passe pelo site de cursos e workshops (chama-se mesmo assim), onde pode encontrar a experiência que mais agrade aos dois.

7. Assistir a um espetáculo de stand-up comedy

O número de casas de humor ou teatros que recebem espetáculos de stand-up comedy parecem estar a crescer um pouco por todo o País, pelo menos a julgar pela quantidade de tours nacionais esgotadas. Deixamos-lhe algumas alternativas, desde o espetáculo de Bruno Nogueira até Beatriz Gosta.

8. Andar de kart

Para os amantes de velocidade, andar de karts pode ser o encontro ideal

rawpixel.com / pexels

Se gosta de velocidade, deixe-se levar pelos karts. Tem a liberdade de acelerar num ambiente controlado e descomprimir do stresse acumulado. Se nunca teve esta experiência, aceite a sugestão e quem sabe ainda descobre um talento escondido. Os preços variam consoante o tempo que pretende estar em pista.

O Antódromo internacional Algarve, em Portimão, tem aquela que é considerada uma das maiores pistas de kart da Europa. Devido à sua versatilidade, já recebeu corridas oficiais, provas de campeonato e de competições particulares. O kartódromo conta com duas pistas em simultâneo e reúne também características para provas de supermoto.

Mais a norte tem o Kart Center, em Matosinhos, que disponibiliza duas corridas por 20€ — com direito a dez minutos extra. Se pretende um plano mais completo, também pode optar pelo Bowlikart, em Ovar, que lhe oferece a oportunidade de andar de kart e também jogar bowling. O preço mínimo, com as duas atividades, é de 17€.

9. Prefere jantar zebra ou canguru?

Tártaro de canguru com caviar de trufa

Facebook

Quando pensa num encontro, jantar pode ser uma das primeiras ideias que lhe vem à cabeça. Só que, com o tempo, é provável que já tenham ficado sem ideias de sítios originais onde ir.

Se calhar está na altura de inovar na escolha da ementa. Cavalo, avestruz, camelo, lama, zebra, canguru ou jacaré são alguns exemplos de carnes fora do comum que são servidas um pouco por todo o País. Não são todos os espaços que têm estas propostas, por isso procure com atenção.

Deixamos-lhe duas sugestões em Lisboa: no restaurante As Colunas pode experimentar grelhados de camelo (17,50€), lombos de crocodilo (22€) e zebra (18€). Quer ir ainda mais longe? No Down Under há tártaro de canguru com caviar de trufa (9€).

Jamie Oliver abre pizzaria em Lisboa

10. Ver um filme ao ar livre

Prepare as pipocas e assista a um filme ao ar livre

rawpixel.com / pexels

Cinema sempre foi um dos programas preferidos pela maioria dos casais, mas chega uma altura em que a última coisa que apetece é ficar fechado numa sala de cinema. Tendo em conta o bom tempo, e as propostas que andam por aí, assistir a um filme ao ar livre é uma boa sugestão.

A maioria das sessões termina no final de setembro, mas ainda vai a tempo. Bem perto do Jardim Zoológico está o CineCidade. O bilhete é gratuito, mas os lugares são limitados. No Areeiro, as sessões são a partir das 21 horas e a entrada também é livre. Recorde o artigo da MAGG com 6 sítios para ver cinema na rua.