O que vai ler a seguir pode parecer-lhe pura ficção, principalmente se estiver a par do argumento do filme “O Estranho Caso de Benjamin Button”. No entanto, um grupo de cientistas pode ter descoberto uma forma de reverter o processo de envelhecimento, depois de levar a cabo um estudo onde várias pessoas “envelheceram ao contrário”.

De acordo com o “The Independent”, as pessoas que participaram neste estudo recente tomaram um cocktail de drogas específico durante um ano, e perderam uma média de 2,5 anos na sua idade biológica. Os resultados da pesquisa mostraram que os marcadores epigenéticos dos participantes da amostra, bem como os seus sistemas imunitários, melhoraram com o passar do tempo, em vez de se deteriorarem, como seria de esperar com o envelhecimento.

Os resultados espantaram até os próprios investigadores. “Esperava abrandar o relógio, mas nunca revertê-lo”, disse Steve Horvath, um cientista da Universidade da Califórnia ao site científico “Nature”, acrescentando que tudo isto lhe parecia “algo futurista”.

Estudo. Alimentação à base de produtos de origem vegetal reduz o risco de morte cardiovascular

No entanto, a equipa de especialistas alerta que o estudo foi efetuado com um número de participantes muito limitado —a amostra tinha apenas nove pessoas —, e que não existiu qualquer controle sobre o grupo.

Mas foi confirmado que o cocktail de drogas (uma mistura de hormonas de crescimento com medicação para a diabetes) aplicado à amostra pode ter sérios impactos positivos na saúde, no tratamento de doenças e na forma como as pessoas envelhecem.

No futuro, o grupo de cientistas espera testar os mesmos efeitos numa amostra mais alargada, bem como num estudo controlado, com diferentes faixas etárias, etnias e mulheres, dado que o primeiro grupo era apenas composto por homens.