Sabe qual foi o crime que marcou o dia em que nasceu? Este podcast conta-lhe tudo

Os episódios que relatam os primeiros crimes de Edmund Kemper ou de Jack, o Estripador aconteceram entre 19 de agosto e 5 de setembro.

Edmund Kemper (interpretado pelo ator Cameron Britton em "Mindhunter") cometeu o primeiro de dez homicídios a 27 de agosto

IMDB

O ser humano é curioso por natureza. É certo que existem pessoas mais interessadas do que outras: umas adoram uma boa cusquice, outras de espreitar as previsões astrológicas do mês — mesmo que, na verdade, não acreditem minimamente que os signos possam ter algum efeito concreto nas suas vidas.

Independentemente de tudo isso, e talvez até devido a uma tendência para o revivalismo, muitas pessoas não resistem a saber o que se passou no dia em que nasceram. Desde a canção que estava no topo das tabelas ao famoso com quem partilham a data de aniversário, até as peças de roupa mais em voga nesse período suscitam a nossa curiosidade.

Mas numa altura em que nunca estivemos tão viciados em documentários e produções inspiradas em crimes reais, desde “Mindhunter” a “Aos Olhos da Justiça”, surge um novo podcast que pode agarrar os fãs deste tipo de acontecimentos: “Today in True Crime”, disponível no Spotify, conta-lhe que crime sucedeu na sua data de aniversário.

Com 19 episódios já online, este podcast de origem americana (e, por isso mesmo, disponível apenas em inglês) começou no passado dia 19 de agosto, sendo possível saber os famosos crimes que sucederam entre esta data e 5 de setembro. O programa é diário, e espera-se que tenha a duração de 365 dias, para completar todas as datas do calendário.

Os episódios que relatam os primeiros crimes de Edmund Kemper ou de Jack, o Estripador já podem ser ouvidos, mas espera-se que os próximos meses abordem outros acontecimentos famosos como os homicídios da família Manson ou de Ted Bundy.

“Today in True Crime” está disponível no Spotify e a duração dos episódios varia entre os 13 e os 17 minutos.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]