O ator Ângelo Rodrigues está há mais de uma semana internado devido a uma grave infeção resultante de alegadas injeções de testosterona – usadas para moldar o corpo no ginásio.

Durante o internamento, o ator de “Golpe de Sorte” sofreu uma paragem cardíaca, passou por três cirurgias e foi necessário colocá-lo em coma induzido depois de a infeção ter sido generalizada e evoluído para um choque sético. O ator também foi sujeito a tratamentos numa câmara hiperbárica de forma a tentar salvar a perna de uma possível amputação.

Ângelo Rodrigues. “O risco de morte é elevadíssimo e o risco de amputação também”

A verdadeira evolução do estado do ator é pouco conhecia, ainda que, no início desta semana, a imprensa tenha avançado que o ator já saiu do coma, tentou comer sozinho e que agora se encontra num estado mais depressivo.

Segundo a “TV7 Dias”, a agente de Ângelo Rodrigues veio confirmar esta quinta-feira, 5 de setembro, que o ator já “está fora de perigo” e que foi submetido a uma quarta cirurgia, a 31 de agosto – cinco dias depois de ter sido internado.

O ator de 31 anos encontra-se internado no Hospital Garcia de Orta, em Almada, desde 22 de agosto.