A mensagem “fumar mata” nos cigarros individualmente pode reduzir consumo

Quem compra cigarros já se depara constantemente com mensagens de choque. Ainda assim, o consumo é elevado. Isto pode ajudar.

Estudo revela que as pessoas se sentem pior com a mensagem impressa individualmente em cada cigarro

Depois das mensagens com letras garrafais e das imagens chocantes, há um estudo, publicado a 6 de agosto, que garante a existência de outra técnica mais eficaz para fazer com que os fumadores reduzam o consumo de tabaco.

Imprimir “fumar mata” nos cigarros, de forma individual, pode ser a solução para diminuir o consumo, segundo um estudo da Universidade de Stirling. A instituição descobriu que os participantes no estudo que viam esta mensagem no cigarro enquanto fumavam, ficavam mais “deprimidos, preocupados e assustados”, bem como a mensagem ficava na memória por mais tempo.

“O que percebemos é que os cigarros individuais com avisos gravados seriam desmotivadores para os mais jovens, aqueles que começam a fumar e os que não fumam. O estudo sugere que a introdução destes avisos pode ter impacto da decisão desses grupos”, explicou o responsável pelo estudo, Crawford Moodie, ao “LADbible“.

O estudo contou com um total de 120 participantes, divididos em faixas etárias. Um homem do grupo 36-50 afirmou: “Se és um não fumador e estás a falar com alguém que está a fumar um cigarro com uma mensagem que diz ‘fumar mata’, provavelmente vais pensar ‘esta pessoa tem problemas’.” Ou seja, também a perceção dos outros face a quem fuma, pode influenciar a redução do consumo.

A gravação destas mensagens foi uma ideia que Crawford Moodie teve em 2012, quando, em Singapura, viu que os cigarros tinham mensagens sobre a importação ilegal, e pensou: “Porque não fazemos algo parecido no Reino Unido para aumentar a consciência dos riscos de saúde?”.

Desmotivar os mais novos a fumar é um dos intuitos deste estudo

University of Stirling

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]