Ângelo Rodrigues está em coma induzido

O ator já foi submetido a três cirurgias. A falência dos rins levou o hospital a optar pelo coma induzido.

Ângelo Rodrigues já tinha sido tratado aos rins há dois anos devido ao consumo deste tipo de substâncias

Depois de duas cirurgias, uma paragem cardíaca e tratamentos de hemodiálise, o estado de saúde de Ângelo Rodrigues volta a piorar. O ator, que se encontra no Hospital Garcia de Orta, em Almada, foi submetido a uma terceira cirurgia esta quarta-feira, 28 de agosto, para drenar um abcesso nas nádegas, causado pelas alegadas injeções de testosterona.

De acordo com o “Correio da Manhã“, os rins do ator começaram a entrar em falência e ao final do dia a equipa médica que o segue optou por colocá-lo em coma induzido. O quadro clínico de Ângelo Rodrigues não se encontra disponível no sistema do hospital, por opção da família, mas aponta para o risco de falência de outros órgãos.

Segundo a mesma publicação, as injeções de testosterona terão vindo do Brasil, país onde o ator viveu recentemente, e poderiam estar já fora do prazo de validade.

Apesar de anteriormente não ter tomado estas proporções, esta não terá sido a primeira vez que Ângelo Rodrigues foi para o hospital com problemas relacionados com a administração de estimulantes para atingir melhores resultados físicos. Há dois anos precisou de ser tratado a um cálculo renal, derivado destas substâncias.

Ângelo Rodrigues frequenta o ginásio Clube VII, em Lisboa, e ao “Correio da Manhã”, um colega de ginásio partilhou que “já este ano ele disse que queria ficar ainda melhor, maior e mais traçado. Mas, infelizmente, algumas pessoas não sabem tratar de si e abusam do consumo.”

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]