Não beba água gelada. Oito dicas para saber quando e como beber água

Bebê-la gelada ou durante as refeições é errado. Ainda que a água seja a principal fonte de hidratação, há que saber quando e como beber.

Meio litro de água por cada dois quilos de peso corporal é a quantidade ideal, diz Kimberly Snyder

Pexels

Está no centro da roda da alimentação e faz parte do dia dia. Não é calórica e não só contribui para a saúde como também para a forma física. No entanto, não só a consumimos em quantidade reduzida, como muitas vezes o fazemos na pior altura: às refeições.

“Tudo no nosso corpo depende da hidratação ideal, do funcionamento dos órgãos ao equilíbrio hormonal” explica a nutricionista Kimberly Snyder, de Los Angeles, à revista “Vogue”. O cansaço, o sentimento de enfartamento e o cabelo baço são algumas das consequências que a falta de hidratação provoca no seu corpo. A verdade é que muitas vezes não nos apercebemos de que alguns desconfortos ou problemas que sentimos ao longo do dia podem estar diretamente ligados à falta de consumo de água: “Da fadiga e mau funcionamento do cérebro à digestão lenta”, acrescenta.

Para contrariar esta questão Kimberly Snyder partilhou com a publicação americana oito dicas preciosas:

1. Consuma a quantidade de água ideal para o seu peso

Já lá vai o tempo em que oito copos de água era a medida standard para todos. Este valor depende de questões como o nível de atividade do individuo, da temperatura exterior e claro, das necessidades de cada um, diz Snyder. De uma forma geral, as mulheres devem ingerir cerca de 1,7 litros de água por dia e os homens 3,7 litros. Mas se quer beber a quantidade ideal para o seu peso, a nutricionista aconselha o consumo de  meio litro de água por cada dois quilos de peso corporal. E dá um exemplo: se uma mulher pesar 63,5 quilos, isso traduz-se no mínimo de dois litros de água por dia.

2. Não beba água gelada

Pode parecer indiferente se a água está quente ou fria, mas a verdade é que à temperatura ambiente é mais hidratante. Isto porque a água gelada implica um aquecimento por parte do corpo, isto é, um trabalho de adaptação da temperatura da água. Ora, neste processo há gasto de energia e por consequência uma perda de água. Para além disso, a água gelada pode fazer encolher os vasos sanguíneos levando a dificuldades no processo de digestão e consequentemente, a menos hidratação.

3. De manhã comece o dia com água

Começar o dia a reabastecer os fluidos é muito importante, diz Kimberly Snyder. Durante a noite perdemos alguma quantidade de água, e começar o dia com essa reposição vai dar-lhe mais energia. Se quiser ir mais longe, beba um copo de água morna com limão todas as manhãs. “É cheio de vitamina C e ajuda no processo de limpeza”, afirma Snyder.

4. Beba entre refeições em vez de durante

Numa mesa portuguesa há sempre um copo junto ao prato. Se não é de vinho, é de água. Mas a verdade é que, segundo Snyder esta é a pior altura para beber: “Demasiado liquido misturado com a comida dilui os sucos digestivos e pode atrasar a hidratação.” O ideal é beber nos períodos entre as refeições e fazer uma paragem meia hora antes da refeição e uma hora depois. Para verificar que está a beber a quantidade ideal de água basta ir à casa de banho e verificar a cor da urina (quanto mais clara melhor), diz a nutricionista. Há também aplicações que podem ajudar neste processo — como o  Waterlogged ou o Gulp — que traçam metas, contabilizam os litros e lançam avisos para que não se esqueça de beber.

5. Consuma alimentos ricos em água

“Obviamente a água é a fonte de hidratação mais evidente”, explica Snyder, mas há alguns vegetais que podem ajudar neste processo. É o exemplo do aipo e do pepino que estão repletos de vitaminas e minerais que te mantêm refrescado e com a pele hidratada. Para a nutricionista a melhor forma de os consumir é juntá-los no seu smoothie preferido e beber de estômago vazio, assim “o corpo pode absorver todos os benefícios assim que começa o dia”.

6. Compense o álcool e o café com água

Tanto o álcool como o café são diuréticos, isto significa que “ao ingeri-los vai urinar mais e perder mais líquidos.” Para a nutricionista o segredo está no equilíbrio: Por cada copo de álcool ou café que tome beba um de água, assim vai ajudar a reestabelecer o equilíbrio da hidratação, afirma.

7. Ande com um garrafa de água reutilizável

Esta é daquelas dicas que ajuda não só ao consumo de água como ao ambiente. Se tem dificuldade em beber água comece o dia por encher uma garrafa reutilizável e leve-a consigo para todo lado. Para a nutricionista, o uso das pistas físicas e visuais (como a garrafa de água em cima da mesa) podem ser um grande truque para a ingestão de água.

8. Beba água de coco

Não é uma bebida de consumo diário em Portugal, mas pode ser um dos principais aliados à hidratação. A água de coco — muito comum na Ásia e nas Ilhas do Pacífico, é “uma das melhores maneiras de substituir a água e os eletrólitos” num clima de calor como o verão, diz à “Vogue”.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]