Tudo começou no dia 15 de agosto de 1969, quando o carro de Judy Griffin avariou na ponte Tappan Zee de Nova Iorque — a 150 quilómetros do festival “Woodstock” — e os amigos decidiram pedir boleia. “Eu só pensava: ‘Agora não vamos podemos ir’, e estamos cheios de vontade”, recorda Judy à revista “People”.

“Jerry e os amigos decidiram parar. Olhei para dentro do carro e reparei que estava lá uma mulher também. Como nunca tinha andado à boleia, pensei: ‘Bem, como está aqui uma mulher, talvez seja seguro e eu provavelmente deveria entrar no carro”, acrescentou.

No momento em que Judy entrou no carro e se sentou ao lado de Jerry, este sentiu que tudo na vida acontece por uma razão. “Eu pensei: ‘Ok, isto é muito incomum. Nós estamos a dar boleia a esta rapariga muito bonita. E eu vou para o Woodstock, tenho uma tenda e ela não”, disse Jerry. Aquilo que parecia ser só um pressentimento, acabou por se tornar numa história de amor e casamento, que dura até hoje.

Judy e Jerry Griffin (agora com 71 e 72 anos) conheceram-se há 50 anos. Atualmente com dois filhos e cinco netos, a história de amor dos dois sempre foi tema de conversa entre famílias e amigos. No entanto, até há quatro meses não havia qualquer registo dos dois no festival onde se conheceram. Apesar de, na altura, o casal ter levado máquinas fotográficas para o festival, nenhum dos dois tirou fotografias.

A 18 de abril deste ano, a PBS (Public Broadcasting Service) publicou o trailer do novo documentário — “Woodstock: Três dias que definiram uma geração” — onde foi apresentado o momento em que Judy e Jerry aparecem abraçados num cobertor enquanto chovia. Avisados por um amigo, o casal (finalmente) viu a imagem que procurava há 50 anos.

Cinco meses após o festival, fizeram as malas e viajaram até Los Angeles, onde Jerry iria começar a estudar na Universidade de Direito. Mais tarde, decidiram ficar em Manhattan Beach, Califórnia, onde vivem há 40 anos.

Acabaram por se casar em dezembro de 1975, mas não costumam celebrar essa data. “Nós comemoramos sempre o dia 15 de agosto, que é o dia em que nos conhecemos e também o dia do meu aniversário”, concluiu Judy.