Hospedeira da easyjet ameaça pais com multa caso não consigam “controlar” o filho

O momento ficou registado em vídeo e foi partilhado nos stories por Luisa Zissman, estrela inglesa de reality shows.

O momento foi partilhado por Luisa Zissman no seu podcast e depois no Instagram

Andar de avião com crianças pode não ser tarefa fácil e, sejamos sinceros, todos nós esperamos ficar nos lugares mais calmos e sem ruído. E se a tolerância e a cooperação nem sempre acontece entre os passageiros, com a tripulação espera-se que sejam prioritárias. Mas, aparentemente, isso não aconteceu num voo da easyJet com destino ao Reino Unido.

O momento de tensão entre uma hospedeira e uma família com uma criança foi testemunhado por Luisa Zissman, uma estrela inglesa de reality shows. Segundo explica no vídeo que fez e partilhou nas redes sociais, a hospedeira da easyJet terá ameaçado com uma multa de 100 libras (108 euros) caso a família não conseguisse “controlar” o filho.

O vídeo foi gravado por Luisa Zissman e partilhado no Instagram

De acordo com  Zissman, a criança encontrava-se de pé no assento sem os sapatos, o que levou a hospedeira a ameaçar uma multa de limpeza do mesmo assento. A estrela de reality shows chegou mesmo a apelidar a hospedeira de “intimidante”.

“Para que fiquem a saber, o sinal de pôr os cintos não estava ligado. Esta família não era inglesa e o seu inglês era limitado. Eu fiquei completamente revoltada com o comportamento intimidante”, disse Luisa Zissman. “O pequeno rapaz tinha 2 anos e estava de pé no assento virado para trás para ver a família que estava na fila atrás”, explica.

A situação foi exposta no seu podcast e posteriormente no seu Instagram. A concorrente de reality shows usou a ferramenta Stories para explicar aos seus fãs o que se tinha passado. Publicou ainda o vídeo que gravou na altura e que mostra a hospedeira a falar com a família.

Segundo o “Mirror”, a companhia de avião já reagiu. “Vendo o filme é claro que o membro da tripulação está preocupado com a segurança da criança e por isso lhe pediu para ficar de pé no chão ou para se sentar no assento”, avança.

“Não cobramos a limpeza aos nossos clientes. Pedimos desculpa se a maneira como o membro da tripulação se explicou causou alguma ofensa. A segurança dos nossos passageiros e da tripulação é a nossa prioridade”, disse um representante da easyjet citado pela mesma publicação.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]