O IMDb decidiu alterar a política dos nomes de nascimento. Esta segunda-feira, 12 de agosto, a base de dados sobre televisão e cinema anunciou que vai permitir a todos os profissionais do setor eliminar o nome de nascimento da sua página biográfica.

A questão foi discutida em junho, como resposta às organizações LGBTI (lésbicas, gays, bissexuais, transgénero e intersexo) que já tinham insistido para que esta mudança fosse feita. As organizações querem com isso impedir que o nome de nascimento esteja exposto e utilizado contra a vontade de uma pessoa transgénero, em vez de ser utilizado o nome que eventualmente escolherem.

A partir de agora, vai ser possível remover o nome, desde que a pessoa já não use aquele que é de nascimento e que este não seja conhecido publicamente.

As 10 séries que “Chernobyl” ultrapassou no IMDb

Em declarações à revista norte-americana “Variety”, o porta-voz do IMDb disse que “para remover o nome de nascimento, a pessoa ou o seu representante profissional da indústria apenas tem de entrar em contacto com a equipa de apoio ao cliente do IMDb para pedir que o seu nome de nascimento seja eliminado. Assim que o IMDb decidir que o nome deve ser retirado, é feita a revisão e a eliminação de todas as ocorrências do nome de nascimento dentro da sua página biográfica no IMDb.

O porta-voz da IMDb referiu também que em relação à exibição dos nomes de nascimentos nos créditos dos filmes, o nome irá permanecer — não podendo ser eliminado — mas terá o título do IMDb entre parênteses.