Harry e Meghan só querem mais um filho e adoção não está descartada

O príncipe afirmou em entrevista que no máximo teria dois filhos. Fontes ligadas ao palácio garantem que os duques vão adotar o 2.º filho.

Meghan Markle e o príncipe Harry foram pais em maio

AFP/Getty Images

Archie Harrison ainda não tem um ano de idade e os pais, os duques de Sussex, já pensam num segundo filho. Na edição da “Vogue” de setembro, na qual Meghan Markle participa como editora, o príncipe Harry entrevistou Jane Goodall, uma antropologista com preocupações ambientais.

Na conversa, o pai do pequeno Archie falou das suas preocupações sobre o mundo que vai deixar ao seu filho, e na quantidade de crianças que pretende ter com Meghan Markle.

O filho mais novo de Diana começou por explicar que sente uma grande conexão com a natureza e que isso é fruto dos países que visitou e das pessoas de quem se rodeia. Agora que é pai, o príncipe confessa que vê a natureza e o planeta de uma forma diferente. Por isso contou a Jane Goodall que pretende ter “dois [filhos], no máximo”.

“Sempre pensei neste planeta como emprestado. E, por isso, inteligentes como somos e evoluídos como supostamente somos, devemos conseguir deixar algo melhor para a próxima geração”, explicou.

Dias depois da entrevista vir a público, surgem rumores de que os duques de Sussex estão ativamente a pensar num segundo filho. Segundo o “Express” existem fortes possibilidades de que Harry e Meghan venham a recorrer à adoção. Esta seria uma situação sem precedentes na família real britânica.

Fontes do palácio, citadas pela mesma publicação, indicam que esta possibilidade está em cima da mesa e que se forem em frente, os duques podem ter de enfrentar algumas críticas. “O Harry e a Meghan vão enfrentar muita oposição da velha guarda, mas eles são persistentes”, afirma a fonte entrevistada.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]