O homem de T-shirt verde que se ri descontroladamente dos apoiantes de Trump é o novo fenómeno na Internet

Já é conhecido como o "Green Shirt Guy", depois de surgir a rir-se sem parar de uma manifestante a favor das leis anti-imigração de Trump.

Kack é um ativista do movimento People's Defense Initiative, que apoia a medida de tornar Tucson numa cidade santuário

Ver pessoas a rirem-se descontroladamente tem qualquer coisa de terapêutico — principalmente quando as gargalhadas explodem no sítio errado, à hora errada.

Foi o que aconteceu a Alex Kack, o novo homem mais famoso da Internet: surge, num vídeo, que se tornou viral, com um polo verde, a rir-se copiosamente, enquanto, numa reunião da Câmara Municipal de Tucson, no Estado do Arizona, uma mulher se manifesta contra a medida que nas próximas eleições presidenciais de novembro  vai tornar Tucson numa “cidade santuário” — o que significa que este será um local totalmente a favor da imigração.

Nas imagens, é possível ver a mulher a exibir cartazes e a discursar com uma retórica a favor das leis anti-imigração — e a ser criticada por várias pessoas. “Está em violação do juramento que fez à Constituição dos Estados Unidos”, gritou a mulher, que usa um boné da campanha do atual presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. “E você está em violação por ser uma idiota”, respondeu outra pessoa na sala, no momento em que a manifestante é escoltada por um segurança para ser retirada da sala.

Enquanto isto, o homem que ficou conhecido como o “green shirt guy” continua a rir-se sem parar. O vídeo foi partilhado pelos jornalistas presentes naquela sala e tornou-se um fenómeno na Internet. “Nem todos os heróis usam capa”, diz um utilizador do Twitter. “És o meu novo herói”, diz outro.

O ator Mark Ruffalo foi uma das celebridades que partilhou o vídeo no Twitter, com a legenda: “Às vezes a única coisa que podemos fazer é rir.”

O green shirt guy — ou Kack — é um ativista do movimento People’s Defense Initiative, que apoia a medida de transformar Tucson numa cidade santuário. “Em última análise, acho que a maioria deste país, independentemente de sua afiliação política, entende que as vozes mais barulhentas que se ouvem agora são ridículas”, disse Kack ao canal “News 4 Tucson”. “E acho que esta gargalhada está a ter tanto impacto porque reflete a maneira como as pessoas se sentem agora.”

O vídeo chegou à marca do polo verde — a Original Penguin, disponível na Amazon — que também se pronunciou no Twitter, disponibilizando-se para oferecer mais T-shirts a Kack.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]