“Sozinho em Casa”. Disney está a trabalhar num reboot do clássico dos anos 90

Será o regresso de Kevin McCallister? Não sabemos. Mas vamos a factos: o clássico vai voltar numa versão adaptada "à nova geração".

O sucesso de "Sozinho em Casa" foi tão grande que o filme mereceu quatro sequelas nos anos seguintes

Já passaram quase 30 anos desde que o pequeno Kevin McCallister, de 8 anos, acordou numa casa vazia, para perceber que tinha sido esquecido pela família, já de partida para as férias de Natal. Dois anos depois, a personagem interpretada por Mcaulay Culkin embarca no avião errado rumo a Nova Iorque, onde, solitária e corajosamente, tem de voltar a confrontar-se com os mesmos ladrões (interpretados por Joe Pesci e Daniel Stern) que, no primeiro episódio, lhe tentam invadir a casa.  É muito drama para uma criança — mas parece que ainda não acabou.

Aviso à navegação dos anos 90: “Sozinho em Casa” vai voltar, num reboot que está a ser trabalhado pela Disney. O filme deverá ser lançado a par da estreia da plataforma de streaming da marca, Disney+, com lançamento previsto para novembro, diz o jornal “Deadline“.

De acordo com o que avançou Robert Iger, CEO da The Walt Disney Company, numa conferência publicada no site da multinacional, o novo filme será adaptado à “nova geração” e estará entre outras histórias que vão ter uma nova versão, como é o caso da “À Noite, no Museu” ou de “Diário de um Banana.”

A possibilidade do elenco integrar Mcaulay Culkin não está completamente de fora, uma vez que o ator — que já esteve no centro de várias polémicas de Hollywood, pelo abuso de substâncias  —  foi visto a filmar uma cena de Natal no Wilshire Boulevard, em Los Angeles. Mas, para já, não passam de rumores.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]