Vai de férias para o Algarve? Há novos restaurantes vegetarianos para provar

Nem só de peixe e marisco de faz o Algarve. Há cada vez mais alternativas vegetarianas a sul, de pratos do dia a pequenos-almoços completos.

No Café Goldig, há sempre uma sopa do dia disponível, que pode até fazer a vez de um almoço

Rumar para perto do mar remete-nos imediatamente para peixe fresco e travessas cheias de marisco, certo? Não para todos. Há quem prefira manter a frescura no prato, mas sem peixe nem carne e, nalguns casos, sem nada de origem animal. E não é por isso que ficam a perder. Aliás, tendo em conta os novos restaurantes vegetarianos que abrem todos os meses de norte a sul do País, só têm a ganhar.

E é no sul que nos focamos, para uma lista de tudo o que é novidade à base de pratos repletos de legumes, leguminosas e fruta fresca.

1. Veganices, Tavira

Além de mercearia e café, no Veganices acontecem workshops e palestras

Quem gere este projeto é, provavelmente, a vegan mais antiga do Algarve. Há mais de 20 anos que Fátima Lourenço, 63 anos, se dedica a uma vida sem crueldade e, sempre que possível, também sem plástico. É por isso que no Veganices, a mercearia e café que abriu em Tavira no ano passado, junta todas as suas paixões. Na mercearia a granel vende sementes, farinhas, frutos secos e detergentes, promovendo o uso de sacos reutilizáveis e frascos trazidos de casa pelos clientes, e no café só serve petiscos vegan.

É o caso da sandes, que pode ser feita com pão sem glúten e leva queijo vegan, tomate, pasta de húmus e espinafres (3,75€), ou da tosta, que a estes ingredientes acrescenta ainda cogumelos (4,20€). Há ainda dois hambúrgueres, um feito de soja com espinafres, azeitonas ou cogumelos (5,50€) ou o Beyond Burguer (4,20€), que de tão real há quem duvide se aquilo não é mesmo carne.

A isto juntam-se ainda sumos, batidos, kombuchas e chás.

Morada: Rua José Pires Padinha, 100, Tavira
Telefone: 281404653
Horário:
10h-20h Fecha ao domingo

2. Outro Lado, Faro

Salada de polvo, sem polvo. O Outro Lado não deixa de servir petiscos algarvios, mas desta vez o polvo e substituído por palmito

É um restaurante com alguns anos no centro de Faro, mas só há um ano é que tem à frente da cozinha esta dupla. Rúben Jara e Daniela Lopo pegaram no Outro Lado e transformaram-no num restaurante que serve almoços e jantares, com opções de pratos que não os deixam ficar atrás dos restaurantes de comida mais tradicional.

É que na carta do jantar, há petiscos como salada de polvo (4,50€), ainda que o polco seja palmito, ou amêijoas à bulhão pato (5,40€), mas com cogumelos a fazer de protagonista. Há até um bitoque (12,50€), no qual o bife é na verdade seitan e o ovo é feito com uma mistura de leite de coco, abóbora e farinha de arroz. “Mas parece mesmo um ovo estrelado”, garante-nos Rúben.

Ao almoço, há sempre três opções disponíveis (uma sempre sem glúten) e no dia em que falámos com os proprietários, descreveram-nos um menu composto por strogonoff de tofu, burrito de feijão e batata doce e uma salada fria de feijão frade com molho de pimentos assados. Se escolher o prato paga 7,50€, se juntar sopa, bebida e café fica por 10€.

Morada: Travessa da Madalena, 6, Faro
Telefone: 911000359
Horário: 12h30-15h, 19h-23h. Fecha ao domingo

3. Natural.mente, Portimão

No Natural.mente, quase toda a comida tem influência brasileira

Neste restaurante tudo é vegan e quase tudo tem um toque brasileiro. Há tapiocas salgadas e doces, das quais nos saltam à vista a de guacamole (5€) ou a Prestígio (5€), feita com coco, chocolate e açúcar de coco.

Há ainda hambúrgueres, saladas e smothie bowls. Mas vamos à lista dos petiscos: esfiha de palmito (uma espécie de pastel recheado) (2€), tapioca aberta (6,50€), palitos de legumes com molho (3,50€), amendoim torrado salgado (2€) e chips de batata doce (2,50€).

O domingo é dia de feijoada vegan. Por 8,50€ há direito a um prato de feijão com tofu e cenoura, arroz, farofa de farinha de amêndoa e cenoura, couve refogada e laranja, mais uma caipirinha (ou sumo) e café.

Morada: Rua Jeronimo Buisel, loja 1 Edificio Rochamar, Portimão
Telefone: 937537353
Horário: 12h-19h, 10h-18h ao sábado e domingo. Fecha à terça-feira

4. Café Goldig, Lagos

Existem vários menus de pequeno-almoço disponíveis. Este é o Quinta e leva pão, manteiga, doce, fruta e um ovo

Com uma esplanada que apanha sol quase todo o dia, este novo café vegetariano de Lagos pede para sentar, seja para pequeno-almoço, almoço ou um lanche. Aqui há opções para todas as horas.

Só de pequeno-almoço, existem seis menus (de 4,50€ a 7,90€), com opções como pão caseiro com doces e fruta, a tostas ou granola com iogurte. Há também sempre disponível um prato do dia (7,50€), diferente todos os dias. Numa pesquisa rápida pelas redes sociais do Goldig, encontramos opções como chili com tofu fumado, salada de legumes assados com bulgur, lasanha ou caril de beterraba e cenoura.

Morada: Rua Infante de Sagres, 64, Lagos
Horário: 9h-17h, 10h-16h ao domingo. Fecha a segunda-feira

5. Coffe Waves, Lagos

O menu infantil inclui uma tosta unicórnio, feita com queijo creme e corantes naturais

O Coffee & Waves abriu no centro de Lagos no ano passado para ser uma espécie de ponto de encontro a todos os que se dividem entre o desporto no mar e a comida saudável em terra.

Este espaço é um três em um. Aqui vendem-se pranchas e tudo o que é preciso para um dia de surf, bebe-se café de especialidade e pode ainda ganhar-se uma dose de energia extra com pratos vegetarianos e cheios de cor.

No menu, há uma página dedicada ao café, seja frio, quente, expresso, americano, ou com bebida vegetal. Se comprar um copo reutilizável na loja, o primeiro café é de graça.

Mas como quem se aventura no mar precisa de mais do que uma chávena de café, são muitas as opções que, ainda que leves, satisfazem todas as necessidades.

A açaí bowl (6,50€) leva como toppings granola, banana, morangos e lascas de coco. Mas há sempre uns extras que pode acrescentar, como é o caso da manteiga de amendoim, spirulina, amoras, ou pepitas de cacau.

Já as tostas, podem ser servidas numa versão mais simples, como aquela que leva apenas compota caseira (4,50€) ou manteiga de amendoim e banana (5,50€), ou podem ir mais longe e avançar sem medos para a Marmite (4,50€). Não sabe o que é? No Reino Unido e na Austrália é muito popular como creme de barrar no pão e, segundo o que descrevem no menu, “ou se ama ou se odeia”. Aqui é servida com queijo cheddar.

Morada: Travessa do Cotovelo, 10, Lagos
Telefone: 282184624
Horário: 9h-15h, 9h-12h à segunda-feira

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]