O casamento de Brad Pitt e Jennifer Aniston aconteceu há 19 anos

Durou cinco anos e acabou com um dos maiores escândalos de Hollywood. Há segredos da cerimónia ainda por revelar.

A relação acabou depois de surgiram suspeitas de que Brad Pitt se tinha envolvido com Angelina Jolie durante as filmes do filme "Sr. e a Sra. Smith"

J. Vespa/Gettyimage

Se a relação entre Brad Pitt e Jennifer Aniston nunca tivesse terminado, faria 19 anos esta segunda-feira, 29 de julho, que um dos casais mais icónicos de Hollywood tinha casado. Porém, a relação acabou por não resistir às suspeitas de que Brad Pitt se envolveu com a atriz Angelina Jolie — em janeiro de 2005, o ator de 55 anos e a atriz de 50 oficializaram o divórcio.

Passaram quase duas décadas, mas ainda há muito por contar sobre a cerimónia que marcou o ano de 2000. O jornal britânico “Mirror” revela todos os pormenores do casamento luxuoso, que envolveu gastos superiores a 90 milhões de euros. Desde o espaço — uma propriedade multimilionária da produtora de televisão Marcy Carsey localizada no topo de uma falésia, na Califórnia —, até ao véu preso com uma coroa de cristal Swarovski, foi tudo planeado ao detalhe.

Contamos-lhe tudo.

O vestido de noiva era de cetim branco

O vestido da noiva é sempre um dos focos em qualquer casamento. Na cerimónia de Jennifer Aniston não foi diferente, apesar de a atriz nunca ter deixado que este fosse visto por completo. Mas sabe-se que luxo não faltou: a atriz norte-americana usou um vestido de cetim branco até ao chão, criado pelo designer italiano Lawrence Steele.

Os sapatos de salto alto feitos com camurça e marfim foram desenhados por Manolo Blahnik. Não podia faltar o véu (e o luxo), já que este foi estava preso com uma coroa de cristal Swarovski.

Brad Pitt também manteve o charme, levando um smoking preto com quatro botões criado por Heidi Slimane.

Das velas feitas de açúcar mascavado ao acordo de confidencialidade

Este é o espaço onde Jennifer Aniston e Brad Pitt se casaram, na Califórnia. Na imagem pode-se ver a tenda onde se reuniram os 200 convidados

Getty Images

As roupas ficam ainda melhor nas fotografias quando a decoração é planeada ao detalhe. Só para as flores vindas da florista La Premiere em Beverly Hills, na Califórnia, foram gastos cerca de oito mil euros. Entre as rosas e túlipas havia lanternas por toda a tenda, bem como velas feitas de açúcar mascavado, encomendadas da Tailândia.

Do investimento total, retira-se ainda uma quantia de mais de oito mil euros para os gastos com a segurança. O casamento de duas celebridades assim o exige, tendo sido tomadas várias medidas de segurança — até para os convidados. Quem recebeu o convite para o casamento teve de assinar um acordo de confidencialidade. Os convidados foram recebidos dentro de uma tenda e o tráfego no espaço aéreo foi limitado durante a cerimónia de forma a impedir a circulação de helicópteros.

Os convidados e o fogo de artifício que fechou o casamento

Todas estas medidas pretendiam salvaguardar não só a privacidade dos noivos, como a dos convidados. Entre eles estavam personalidades como: Courteney Cox e o marido David Arquette, Matthew Perry (colega de Jennifer da série “Friends“) e Ed Norton (que encenou com Brad Pitt em “Fight Club”).

No total foram cerca de 200 convidados a quem foi servido camarão, caviar e pizza gourmet acompanhados de champanhe Dom Pérignon. Mas estas foram só as entradas, porque o prato principal incluía lagosta e bife com molho de pimenta.

Para fechar, o bolo de seis camadas em tons de branco foi partido pelo casal e seguiu-se um fogo de artifício de 13 minutos ao som de Radiohead, Garbage e Jeff Buckley.

Um final feliz, que não previa o fim definitivo em 2005. Mas a “IB Times” revela que, recentemente, Brad Pitt e Jennifer Aniston reencontraram-se num jantar organizado por George e Amal Clooney, em Roma. O amigo de Brad Pitt quer juntar de novo o casal — tal como muitos fãs das celebridades.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]