Orelha Negra e Best Youth dão concertos gratuitos no Fnac Live — mas há mais

O Fnac Live muda-se do Cineateatro Capitólio para o Pavilhão Carlos Lopes, em Lisboa, e arranja já a 14 de setembro.

Também a rapper Russa e Joana Espadinha fazem parte do cartaz

Enquanto não é altura de ir ver Sam the Kid aos Coliseus de Lisboa e do Porto, em outubro e novembro, vai gostar de saber que tem outra oportunidade de o ver — e sem pagar nada. É que o rapper português vai marcar presença na nova edição do festival da Fnac com os Orelha Negra, um projeto paralelo com toques de jazz, funk e hip-hop. Mas há mais nomes confirmados.

O novo Fnac Live tem arranque marcado já para 14 de setembro e é a primeira edição a não acontecer no Cineteatro Capitólio, no Parque Mayer, próximo da Avenida da Liberdade, em Lisboa.

O festival muda-se para o Pavilhão Carlos Lopes, junto ao Parque Eduardo VII, e tem um cartaz composto por nomes como They Must Be Crazy, Russa (a rapper portuguesa que venceu os prémio Novos Talentos da Fnac de 2019), a cantora Joana Espadinha e os alternativos Best Youth — que lançaram um último disco de originais no ano passado.

Artistas como Glockenwise, Tape Junk, Cassete Pirata, Curky e Yagmar também vão marcar presença no festival que promete dar-se a conhecer a novos públicos com a inclusão de Orelha Negra como cabeças de cartaz.

Para não destoar das edições anteriores, a nova edição do festival da Fnac também vai ser de entrada livre e aberta a todo o tipo de fãs de música. 

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]