Mãe quer banir millennials e pessoas sem filhos da Disney

Mulher com filho de 3 anos partilhou no Facebook a sua revolta contra quem vai a este parque temático sem filhos e pede para serem banidos.

A linguagem agressiva usada por esta mãe no post foi alvo de muitos comentários

Diz-se que a Disney é o lugar mais feliz do mundo. Mas se assim é, não devia ser para todos? De acordo com uma mãe revoltada no Facebook, não. Este devia ser um espaço exclusivo para famílias e, por isso, não deiva entrar quem não tem filhos.

Tudo começou com um post partilhado por uma mãe no qual se mostrava irritada com o facto de haver tantos casais sem filhos e “millennials imaturos” neste parque de diversões. Segundo esta mãe, estas pessoas deviam ser banidas da Disney World, nos Estados Unidos.

“Este é um parque para famílias. Estas pessoas nunca vão perceber a felicidade que é uma mãe comprar presentes e brinquedos para os seus filhos. Mães com crianças deviam poder passar à frente em todas as filas. Não fazem ideia do que é estar em pé numa fila durante três horas com uma criança exausta. E não posso só dizer-lhe que não podemos fazer certas coisas, porque também são as férias dele”, lê-se na publicação cuja autoria se mantém anónima.

Tudo isto porque, aparentemente, o seu filho chorou muito por não ter conseguido um pretzel em forma de Mickey. Segundo esta mãe, o último foi levado por uma “ordinária com uns calções ordinários que comprou o pretzel que o seu filho de 3 anos também queria.”

O post, escrito numa linguagem agressiva, tornou-se viral assim que alguém o partilhou também no Twitter. Não foi bem recebido por quem o leu e foram vários os comentários contra esta mãe. “Ela quer banir pessoas sem filhos e quer que as mães com filhos possam passar à frente nas filas? Acho que ela não pensou bem nisto”, “Se apenas pessoas com filhos seriam permitidas na Disney World, mas todas as mães poderiam passar à frente nas filas, será que ela pode explicar melhor como é que ela espera que isso resulte?”, “A Disney é para crianças, como evidenciado por esta mulher tão adulta que não quer partilhar e culpa as outras pessoas pelas suas decisões.”

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. f[email protected]