Se tem uma conta de Instagram, já deve ter reparado que algumas das pessoas que segue têm a foto de perfil azul. Conhecidos e famosos estão a optar por mudar a fotografia em solidariedade para com os ativistas e vítimas do Sudão.

Foi em junho que Shahd Khidir, uma influenciadora sudanesa a viver em Nova Iorque, deu a conhecer o estado do seu país. Segundo a própria, em três dias houve mais de 100 mortos, mais de 700 feridos, mais de 600 detidos e ainda 48 mulheres e seis homens violados. O massacre chegou à esfera pública e não deixou ninguém indiferente.

Mortes, violações, comunicações cortadas. O que se passa no Sudão?

De modo a que ninguém se esqueça do massacre, e de forma a mostrar solidariedade para com todos os envolvidos, foram muitas as figuras públicas que trocaram a sua foto de perfil por um quadrado azul. Mas porquê esta cor?

Tudo se deve a Mohamed Mattar, um engenheiro de 26 anos que foi morto durante um ataque de forças de segurança do Sudão e que tinha a imagem azul como foto de perfil. Dias após a sua morte, a família e os amigos mudaram as fotos de perfil em homenagem a Mattar. Seguiu-se o resto do mundo.

Em Portugal, Kelly Bailey é das poucas celebridades nacionais que já aderiu ao movimento. Lá fora, Gisele Bündchen ou Demi Lovato são algumas das personalidades que optaram por trocar a fotografia.

5 fotos