Restaurantes, maquilhagem e tatuagens. Esta app tem tudo o que um vegan precisa

Flor Oliveira criou uma aplicação que reúne serviços com bandeira cruelty-free. Há workshops, receitas e descontos em restaurantes.

O Botanista é um dos restaurantes da lista. Vá lá e atire-se a estas french toasts

Ainda que não saiba precisar quando é que deixou de comer carne e peixe, Flor diz que sempre foi naturalmente vegetariana. “Comia peixe, mas a carne nunca era opção. E sempre que ia comer fora, escolhia sempre o único prato vegetariano da carta que, há uns anos, resumia-se quase sempre a um risotto de cogumelos”, conta à MAGG.

Mas os tempos mudaram e, agora, os restaurantes vegetarianos ou que pelo menos oferecem essa opção, multiplicam-se pelo País. De tal forma que esta arquiteta que há muito desistiu da profissão, decidiu reuni-los a todos numa app e fazer deste trabalho a motivação para trocar Londres, onde vive desde 2010, por Lisboa, agora sim preparada para receber quem quer levar uma vida sem crueldade animal.

Este é um projeto que tem com o marido, Alex Santos, que, para já, ainda se mantém em Londres. Mas num futuro próximo, os dois passarão a viver em Lisboa e a gerir a Veond App, uma aplicação criada para, tal como explica Flor, “facilitar o estilo de vida vegan”.

Lá, reúne tudo o que seja restaurantes vegan e vegetariano do País, mas só depois de Flor visitar o espaço e dar-lhe o seu selo de qualidade. Mas além de funcionar como um Zomato sem proteína animal, a aplicação foca-se pricipalmente em dar a conhecer às pessoas novas marcas e produtos, muitos deles com descontos. “Queremos desmistificar a ideia de que o veganismo é uma seca ou que é mais caro”, explica.

Alex Santos e Flor Oliveira querem mudar-se de Londres para Lisboa e para se dedicarem totalmente à aplicação

Uma das experiências disponíveis é, por exemplo, um workshop para aprender a fazer pastéis de nata vegan. É isto ou um menu de sushi vegan com desconto de mais de 30% no Legumi Sushi, em Lisboa ou um menu de degustação de comida portuguesa com “moelas” ou “bacalhau com natas” no restaurante “O Irmão Vegan”, na Marinha Grande. Mas há muito mais além de comida.

Através da aplicação, disponível para iOS, os subscritores podem comprar calçado, roupa e acessórios sem matéria-prima de origem animal, assim como marcar sessões de maquilhagem ou uma tatuagem com desconto — e a certeza de que todos os produtos usados são vegan.

De momento, a app conta já com 500 subscritores, um número que surpreendeu Flor, mas que só confirma que este é o caminho, não só para fazer a ponte de Londres para Lisboa, mas para levar o mundo a um lugar melhor.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]