Disney. Visitantes em choque por parque se parecer com uma “cidade fantasma”

Os parques implementaram medidas para controlar as multidões. Segundo vários visitantes, a Disney da California estava "vazia".

A Disney da Califórnia apresentou uma nova atração em maio deste ano

Quem já foi a um parque temático sabe que é impossível escapar às filas e aos longos períodos de espera. 40, 50 ou 60 minutos para andar numa atração que demora uns 3 ou 4 minutos, depois é recomeçar o processo noutra atração qualquer.

Imagine-se agora as filas e os tempos de espera nos parques da Disney. Horas e horas de espera, certo? Não. Na realidade, não foi essa a situação que vários turistas encontraram quando visitaram o parque este mês de julho.

A Dinseyland da Califórnia está a ser apelidada de “cidade fantasma” nas redes sociais, ainda que tenha aberto recentemente uma atração nova em maio – a Star Wars Galaxy Edge Land. “É um pouco assustador o quão vazia está a Disney”, comentou um utilizador no Twitter. “Pelos padrões da Disney, este local parece uma cidade fantasma”, afirmou outro.

Segundo o “Daily Mail”, os parques implementaram medidas de controlo de multidões mas parece que as medidas foram longe demais. Reservas especiais, remoção dos carrinhos de comida ou dos passes anuais foram algumas das medidas executadas pela Disney.

Outra regra imposta pela Disney, para evitar filas e multidões junto à nova atração, foi apenas permitir que os visitantes tivessem acesso à Star Wars Galaxy Edge Land através de uma reserva especial. Os visitantes teriam um limite máximo de quatro horas dentro da experiência imersiva.

Depois de expirar a hora, os acessos às atrações e às lojas de recordações seriam desligados através de uma pulseira que os visitantes teriam de pôr à entrada da atração. Haveria ainda planos de mascarar alguns funcionários de personagens míticas da saga “Star Wars” e pô-los a guiar os visitantes até à saída, para que pudesse entrar um novo grupo de pessoas.

Ainda assim, e segundo algumas imagens aéreas, parece que a nova atração não teve a adesão esperada. As fotografias tiradas a 4 de julho mostram poucas pessoas no espaço.

Ainda que a atração tenha tido pouca adesão, o restante espaço também parece ter menos gente. De acordo com a mesma publicação, que cita o “The OC Register”, o que parece acontecer é que os visitantes do parque vão diretamente para a nova atração sem passar no restante recinto.

Isto poderá ser um efeito do bloqueio dos passes anuais para junho, julho e agosto. Os visitantes que tenham os seus passes não o podem usar nestes meses devido às medidas de restrição de multidões. Segundo o “Daily Mail” existe mais de um milhão de pessoas com passes anuais da Disney.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]