Meng Da, o panda gigante do zoo Beijing, em Pequim, parecia estar a dormir. Pode ter sido este o motivo que levou turistas chineses em visita ao jardim zoológico no sábado, dia 14 de julho, a atirarem pedras ao animal.

Apesar de não ter ficado com ferimentos, a atitude dos visitantes não passou despercebida. Foi captada em vídeo por uma pessoa que passeava no local, a mesma que publicou o acontecimento no Weibo (uma espécie de Twitter chinês). O responsável das imagens revelou no mesmo post que, num espaço de 30 minutos, viu dois turistas a atirarem pedras sobre o panda.

O vídeo tem apenas 38 segundos, mas foi tempo suficiente para mostrar as duas pedras a serem lançadas sobre o animal. Percebe-se ainda que Meng Da ficou assustado, tendo feito uma pausa, antes de ir examinar o objeto que lhe foi lançado. Os visitantes em volta perguntaram quem teria atirado a pedra, mas ninguém se identificou.

Os pandas são um importante símbolo chinês (representam a força e e gentileza), sendo um animal adorado na população oriental. Por isso mesmo, as imagens não deixaram este povo indiferente. O impacto foi grande, tanto que as imagens já foram vistas por mais de 100 milhões de pessoas, merecendo vários comentários: “Como se atrevem a magoar o nosso amável tesouro nacional?”, disse um utilizador. Outro sugere que o zoo construa uma parede de vidro para proteger os pandas.

A testemunha (que captou as imagens) pediu ao Beijing Zoo para melhorar as instalações de forma a proteger os pandas de episódios semelhantes.

Neste jardim zoológico britânico pode jogar ao jogo da corda com um felino

O acontecimento deste sábado ocorreu no antigo pavilhão de pandas construido em 1989, ainda que em 2008 tenha sido construida, no mesmo zoológico, outra estrutura para acolher estes animais, a propósito das celebrações das Olimpíadas de Pequim, que decorreram nesse mesmo ano. Para evitar que incidentes deste género se repitam, o zoo pretende eliminar o antigo pavilhão, tendo ainda pedido aos visitantes que observassem os animais de forma mais civilizada.

A Lei Municipal de Pequim pune aqueles que ameaçam ou causam ferimentos aos animais do zoológico. As consequências podem ir desde uma multa de 100 yuans (cerca de 12€), a acusações criminais.

Passado algum tempo do sucedido, sabe-se que Meng Da está bem. Um porta voz do Beijing Zoo disse ao “Daily Mail” que o panda já comeu, evacuou, movimentou-se e brincou como é habitual.