Praias da Costa da Caparica vão fechar de forma alternada no verão

Vão ser colocados cerca de um milhão de metros cúbicos de areia. Comerciantes protestam, autarca diz que é "obra necessária".

As obras devem demorar cerca de um mês ou um mês e meio.

Johnny Chau/Unsplash

Se costuma aproveitar as férias de verão nas praias da Costa da Caparica, não pense que vai ser só pegar no carro, passar a ponte e virar à direita. Há que planear com antecedência, até porque nem todos os areais vão estar disponíveis.

De acordo com o “Diário de Notícias“, as praias daquela zona vão fechar alternadamente a partir do final de julho ou início do agosto, para os níveis de areia serem repostos. A mesma publicação indica ainda que estas intervenções estavam previstas para maio, mas só agora, em pleno verão, serão aprovadas pelo Tribunal de Contas.

Espera-se que seja colocado cerca de um milhão de metros cúbicos de areia nos diversos areais, o que vai limitar o acesso às praias por períodos de cinco dias em cada uma. O calendário de encerramento ainda não está completo —  falta a aprovação do Tribunal de Contas — mas já há datas para algumas praias.

Está previsto que a praia do Tarquínio-Paraíso encerre entre os dias 19 e 24 de agosto, mas antes vai ser a praia da Saúde a estar interdita.

Esta é uma decisão que não agrada aos comerciantes da zona, que consideram que a altura não é a ideal. Já o presidente da Junta de Freguesia da Costa da Caparica, José Ricardo Martins, em declarações ao “Diário de Notícias”, afirma que estas obras não podiam ser feitas noutra altura que não o verão. “O bombeamento de areia para terra só pode ser feito com uma ondulação abaixo dos dois metros e o vento também pode influenciar. Tem também que ver com as marés — a distância entre a baixa-mar e a praia-mar”, disse citado pelo mesmo jornal.

O autarca referiu ainda que a obra “é necessária, pois vai criar praia” e que deve durar cerca de um mês ou um mês e meio, ou seja, entre 30 a 45 dias. A operação vai custar cerca de seis milhões de euros, com parte da verba a ser suportada por fundos comunitários.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]