Toda a gente tem os seus pré-requisitos no que toca a publicar uma foto no Instagram: a pose, a luz, a companhia e, claro, a paisagem, são apenas alguns exemplos. Na Sibéria estes requisitos foram levados demasiado a sério quando um lago azul-turquesa ficou famoso por ser o cenário perfeito para somar gostos nesta rede social. Problema? O local aparentemente paradisíaco é na verdade um depósito de produtos químicos.

A explicação foi dada por um operador de uma fábrica de carvão das proximidades, no momento em que se apercebeu do aumento exponencial do número de turistas. O lago, que ficou conhecido como Novosibirsk Maldives devido à sua aparência tropical, tem esta cor impressionante devido aos sais de cálcio e outros metais que se dissolveram nas cinzas de carvão, despejados na água através de tubos que vêm de uma central de aquecimento e energia elétrica.

Apesar de ser proibido nadar nestas águas, os visitantes não se poupam a esforços no momento de impressionar os seguidores. Há quem tire fotos de biquíni, quem escolha o local para tirar as fotos do casamento e até quem se aventure a entrar na água com colchões insufláveis, gaivotas ou pranchas.

Quanto custa fazer 10 viagens de uma vida

A Companhia Geradora da Sibéria garante que a água não é perigosa. No entanto, a empresa afirmou em comunicado que “o contacto da pele com esta água pode causar uma reação alérgica.”

Segundo o “BuzzFeed News“, um visitante que recentemente publicou uma selfie no local relatou que a água era “quente e o sabor era suavemente doce”, mas não recomendou a outros que a experimentassem: “É melhor não repetir”.

Com o sucesso do lago, a empresa de energia está a tentar alertar todas as pessoas para os perigos que existem neste “paraíso das Maldivas”: “Pedimos que, quando quiserem tirar uma selfie, tenham cuidado para não cair no depósito das cinzas”. A empresa reforçou que as cinzas são o principal perigo, uma vez que tornam o solo do lago extremamente lamacento, fazendo com que seja complicado sair da água sozinho.

“Até porque já existem relatos de problemas. “Na manhã seguinte, os meus pés ficaram levemente vermelhos e irritados durante dois dias”, escreveu um utilizador, segundo cita o “BuzzFeed News”. “A água tem um sabor levemente azedo, parecido ao giz.”

Outra visitante preferiu focar-se no aspeto positivo da paisagem: “A cor da água é fascinante, as fotos são lindas. A entrada é proibida, mas como a área não está protegida, isso significa que podemos vir aqui.”

10 fotos