Esta terça-feira, 9 de julho, Luís Borges perdeu a mãe adotiva vítima de cancro. Maria do Céu estava internada no hospital Santa Maria, em Lisboa, onde acabou por morrer. Segundo a “Caras”, o modelo foi adotado pela progenitora aos 2 anos, depois de ter sido abandonado pela mãe biológica quando tinha apenas 2 meses de vida.

O modelo de 31 anos despediu-se esta quinta-feira, 11 de julho, da mãe adotiva nas redes sociais. Num longo e emocionado texto, partilhado no Instagram, Luís Borges fala da sua “rebeldia” ao abandonar a casa dos pais quando tinha 19 anos e confessa que está destroçado com esta perda.

A fotografia que acompanhava o texto emotivo nas redes sociais

“Mãe, hoje despeço-me de ti com o coração super apertado. Partiu um pedaço de mim, tu partiste e sei que nunca mais te vou ter ao meu lado”, começa por dizer. “Saí de casa aos 19 anos num ato de rebeldia para te provar que os sonhos têm asas e que eu podia voar. Hoje foste tu que voaste para longe de mim! O cancro levou-te e foi rápido demais e eu achava que estava preparado mas não estava”, continua.

Portuguesa pedida em casamento em Cannes está separada

Luís Borges agradeceu ainda tudo o que a mãe fez por ele e admite que a mãe foi para junto da avó – outro pilar na vida do modelo. “Estás junto da avó que é a minha estrela e agora passam a ser duas. Não deixes de brilhar quando te pedir ajuda, e agora vais poder ver aí de cima o porquê de nem sempre conseguir dizer-te o que se passava na minha vida”, escreve.

“Vou cuidar do pai, não te preocupes… Eu só quero que descanses em paz como mereces. Amo-te para sempre e desculpa todos os momentos em que te fiz chorar”, conclui.