Archie Harrison foi batizado este sábado, 6 de julho, numa cerimónia privada que contou apenas com a família mais próxima e alguns amigos dos duques de Sussex. Os pormenores continuam escassos e apenas foram divulgadas duas fotos oficiais do evento.

Numa dela, podemos ver o retrato oficial que conta com Meghan, Harry e Archie, Doria Ragland, William e Kate, o príncipe Carlos e Camilla e ainda duas irmãs da falecida princesa Diana. É nessa mesma fotografia que podemos ver o coordenado que Meghan escolheu para batizar o primeiro filho.

A ex-atriz optou um elegante vestido branco da marca francesa Dior. Deixou o look simples e clean e preferiu um chapéu da mesma cor do vestido. Mas, com esta escolha, a duquesa de Sussex infringiu uma regra que há muito foi adotada pela família real britânica.

Pai de Meghan já reagiu ao batizado do neto

Em momentos formais, os membros da família tendem a escolher peças feitas por designers ou marcas inglesas. Kate Middleton, por exemplo, casou-se e batizou os seu três filhos com vestidos da marca Alexander McQueen. Meghan optou por uma marca francesa.

Mas estas pequenas quebras no protocolo em termos de roupa são recorrentes em Markle.

Vemos Kate Middleton, que um dia será rainha de Inglaterra, com peças mais conservadoras e muitas vezes com vestidos pelo joelho – que se diz ser a peça preferida da rainha. Só em situações mais descontraídas é que a duquesa de Cambridge opta por calças de ganga ou blusas mais informais.

Meghan, pelo contrário, veio dar uma lufada de ar fresco à monarquia. Calças, fatos completos e vestidos pretos são algumas das peças que costuma vestir. Ainda que não seja inapropriado, é incomum ver algum membro da família real com estes looks.

Recorde estas e outras vezes em que Meghan Markle quebrou as regras da família real britânica.

11 fotos