Tempestade de granizo enterra cidade mexicana em neve em pleno verão

Em Guadalajara, no México, os residentes acordaram com neve e gelo a um nível de 180 centímetros — no mês de julho.

As temperaturas comuns da cidade, nesta época do ano, rondam os 30 graus

Os fenómenos meteorológicos estranhos não param de suceder: para além da vaga de calor sem precedentes na Europa, um país do continente americano também está a passar por algo nunca antes visto.

Em Guadalajara, no México, a neve tomou conta da cidade em pleno verão, depois de uma tempestade de granizo no último fim de semana de junho. O território ficou cheio de neve, com partes da cidade a ficarem enterradas em cerca de 180 centímetros de gelo e neve, de acordo com relatos da CBS News.

Segundo um jornal local, o “El Informador”, 450 lares mexicanos foram impactados por este fenómeno meteorológico, com o gelo a empurrar portas e janelas. Dez residentes tiveram mesmo de receber tratamento médico para a hipotermia.

Certas zonas de Guadalajara também sofreram inundações devido ao gelo ter entupido os sistemas de canalização. “Granizo com um metro de altura e ainda questionamos se as alterações climáticas são reais”, escreveu no Twitter o representante do governo estatal Enrique Alfaro Ramirez.

Para além destas condições meteorológicas serem pouco usuais numa época de verão, o caso ganha ainda mais importância quando as temperaturas comuns, nesta época do ano, rondam os 32 graus.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]