Em Portugal estamos em plena época de exames, e quem é estudante sabe que esta época é marcada pelos altos níveis de stresse e ansiedade. A tudo isso junta-se o desejo de terminar o secundário para poderem entrar na faculdade.

Ora esse desejo é universal e invade todos os estudantes do mundo. No estado norte-americano de Virginia, uma jovem decidiu que terminar o ensino secundário era o seu objetivo de vida número um. E conseguiu, apesar de não ter sido uma tarefa fácil.

Mulher que esteve morta durante 27 minutos afirma que existe vida além da morte

Acontece que, em 2017, Nada Edwards sofreu um grave acidente de carro que a deixou em coma. Na altura, as expectativas não eram as melhores. De acordo com o “New York Post“, a mãe de Nada, Alice Edwards, contou que os médicos não esperavam que a jovem voltasse a acordar.

“Disseram-me que não achavam que ela ia voltar a acordar e que, se o fizesse, ficaria em estado vegetal. Como mãe, não se pode aceitar isso”, explicou à “WTKR”, cita o “New York Post”. Cinco meses depois do acidente, Nada acordou do coma como se “Deus tivesse ligado um interruptor”, revelou a mãe da jovem.

Depois de acordar e de ir para casa, a estudante recebeu visitas dos seus professores que a ajudaram com os trabalhos da escola durante a recuperação do acidente, tornando-lhe possível a conclusão do secundário. Desta forma, Nada Edwards conseguiu concretizar o seu objetivo principal.

Atualmente a jovem encontra-se de cadeira de rodas e a fazer fisioterapia, indica a WHIO. Num vídeo partilhado no “New York Post”, a estudante surge com algumas dificuldades motoras e na fala, mas é possível observá-la a tentar voltar a andar. E foi depois de algumas semanas de prática que, no domingo passado, 16 de junho, Nada subiu ao palco, com a ajuda de um andarilho, para poder receber o seu diploma de formada.

Como foram as últimas 24 horas de vida de Michael Jackson

Nas rede sociais, a mãe Alice demonstrou-se emocionada com o  percurso da filha e agradeceu a todos os que as acompanharam. “Ainda estou sem palavras! Ontem [domingo, 16 de junho] foi nada menos do que incrível. Eu tenho tentado encontrar as palavras para expressar como me sinto e não consigo”, começou por escrever no Facebook.

“Obrigado pelas palavras encorajadoras e por partilhar as lágrimas. Obrigado a todos por apenas terem viajado connosco. Estou muito grata à minha família e amigos por nos apoiarem ontem e todo o fim de semana que foi tão especial para nós”, concluiu o discurso.