Neste novo filme de comédia os Beatles nunca existiram — e Ed Sheeran faz de si próprio

Chama-se "Yesterday" e conta a história de um jovem músico que se apropria das canções da banda britânica para ganhar fama e reconhecimento.

Os Beatles autorizaram que todo o seu catálogo fosse utilizado no filme de Danny Boyle

Jonathan Prime

E se clássicos como “Hey Jude”, “Let it Be” ou “Help!” nunca tivessem existido? É esta a premissa do novo filme de comédia realizado por Danny Boyle (“127 Horas”), que propõe um universo novo, no qual os Beatles e a sua influência na música nunca foram conhecidos.

Chama-se “Yesterday”, inspirado na canção original de 1965, e acompanha Jack, a personagem de Himesh Patel (“EastEnders”) — um jovem guitarrista e vocalista que pondera desistir da música por não ser reconhecido pelo seu talento. Mas um acontecimento estranho e difícil de explicar vem mudar tudo.

Tinha tudo para ser um dia igual aos outros, mas um repentino e misterioso apagão, que acontece um pouco por todo o mundo, leva a que Jack tenha um acidente com um autocarro.

Quando volta a acordar, rapidamente percebe que ninguém se lembra dos Beatles — precisamente porque, naquele novo universo, eles nunca existiram.

É nesse momento que Jack, até então um músico falhado, se apropria das canções do grupo britânico para atingir a fama. E depressa se transforma numa estrela mundial capaz de esgotar recintos inteiros ou figurar nos tops dos artistas mais ouvidos do momento.

Até Ed Sheeran, que faz parte do elenco, surge no filme para dar a sua aprovação a Jack enquanto jovem estrela em ascensão.

À “Reuters”, o realizador Danny Boyle diz que a banda britânica deu permissão para que as suas canções fossem usadas num filme onde “a sua existência é totalmente apagada da memória do mundo.”

“Acho que eles [os Beatles] devem ter adorado a ideia e o facto de ser tão excêntrica. Precisamente porque apela ao sentido do humor. Isto é típico do humor, e da bravura, deles porque sempre foram experimentalistas”, revelou.

Ainda à mesma publicação, o realizador britânico diz que a reação de Ringo Starr, o baterista, e da mulher de George Harrison, guitarrista e compositor da banda, foram muito positivas.

Paul McCartney, no entanto, ainda não viu o filme. “Acho que o Paul ainda não teve oportunidade de ver o filme, mas viu o trailer e disse: ‘Isto é capaz de resultar.'”, explica.

O elenco de “Yesterday” conta ainda com nomes como Lily James (“Cinderela”), Sophia Di Martino (“Flowers”) e Ellise Chappell (“Poldark”).

Apesar de se estrear a 26 de junho no Reino Unido e nos Estados Unidos, ainda não se sabe quando chega às salas de cinema portuguesas.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]