David Carreira está no Brasil a promover a música “Minha Cama”, uma colaboração do cantor português com o artista brasileiro Nego do Borel e o produtor angolano Deejay Télio. E se no seu mais recente single, David Carreira já canta um português com sotaque do Brasil, principalmente no refrão, o filho de Tony Carreira decidiu manter o registo nas entrevistas que dá do outro lado do Atlântico.

Numa entrevista para o canal ESPN Brasil, David Carreira optou por responder às perguntas do entrevistador com sotaque brasileiro, numa tentativa de imitar o português do Brasil. Não demorou muito até que o vídeo desta mesma entrevista fosse partilhado vezes sem conta pelas redes sociais, com centenas de pessoas a criticar o comportamento do português, que já reagiu ao sucedido.

Na sua página oficial de Facebook, David Carreira publicou um texto a 14 de junho, no qual se mostra magoado com toda a polémica: “É complicado estar no Brasil e ver o que tem saído em Portugal nas últimas horas. Vim para o Brasil para promover o meu trabalho e a música portuguesa, e ao ver o que se passa aí tenho vontade de voltar já porque me magoam alguns comentários”.

https://www.youtube.com/watch?v=USxlBt0uk1A

O cantor explicou também que, apesar de querer promover a sua música no Brasil, não quer deixar de sentir o apoio de Portugal. “Se falo em Português do Brasil nas minhas entrevistas aqui, é para que o público do Brasil que tem dificuldade em entender o Português de Portugal possa entender-me melhor e assim levar a minha música mais longe. Não sou o primeiro cantor a esforçar-se em entrevistas para falar o idioma do país em que está a divulgar o seu trabalho”, escreveu no mesmo texto.

Mas a justificação não parece ter sido suficiente para a comunidade virtual. A publicação original do texto de David Carreira conta, até à hora da publicação deste artigo, com mais de dois mil comentários — e muitos, com mais ou menos humor, continuam a criticar a postura do cantor, para além de não ficarem convencidos com a explicação.

Editorial. Carta aberta a David Carreira, o “rei” disto tudo

“Então apresenta-te a eles como David Ônibus. É que eles não devem saber o que é uma carreira”, “Filho, quando vais aos Açores também falas Português Açoriano. Deixa te de tretas e diz logo as coisas como elas são. Queres agradar para mais uns €€”, “Engraçado nunca vi nenhum brasileiro a tentar falar português de Portugal em Portugal para promover o seu trabalho”, “Olha David, quando fores a Angola dar entrevistas avisa o pessoal” são alguns dos comentários escritos pelos utilizadores da rede social, com muitos a salientar o facto dos artistas brasileiros não fazerem o mesmo esforço por falar português de Portugal em entrevistas no nosso País.

No entanto, existem outros comentários de apoio a David Carreira: “Não ligues ao que dizem! És muito mais que isso”, “David, tens que saber ignorar algumas situações, infelizmente não se pode agradar a gregos e a troianos”, “Acho muito bem que o tenhas feito. A isso chama se aculturação. De certeza que os brasileiros gostaram e agradeceram a tua forma de querer chegar até eles”.

Junho tem sido forte em histórias polémicas a envolver o cantor: a 4 de junho, vários órgãos de comunicação noticiaram uma alegada prisão do cantor no Texas, Estados Unidos, onde estaria a gravar um vídeo. A situação foi confirmada oficialmente pela agente do cantor, Joana Sousa, mas tal não era realidade e tratou-se tudo de uma técnica para promover o single do artista.

Mais tarde, David Carreira brincou com a situação ao publicar um vídeo no seu perfil de Instagram, com a legenda: “Preso? Eu? só no videoclip mesmo”, e ainda se vangloriou de ter feito um strike à imprensa, em referência às notícias da falsa prisão.