Keanuísmo. A religião que adora Keanu Reeves já tem mais de 21 mil seguidores

Foi criada há quatro dias no Brasil uma página de Facebook de adoração ao ator. Tem várias publicações em tom humorístico.

Várias histórias do ator estão a ser recordadas nas redes sociais, a propósito do terceiro filme de "John Wick"

Getty Images

Podemos considerar que Keanu Reeves é o género de pessoa que se encaixa na definição de “tipo porreiro”. Tira fotografias com quem lhe pede, dá autógrafos sem problemas, anda de transportes públicos, conversa com os fãs. Ou seja: apesar de ser uma estrela de Hollywood, age como o comum mortal que é.

Mas podemos ir mais longe. O ator de 54 anos, conhecido por interpretar o papel de Neo em “Matrix” já foi descrito como uma das pessoas mais bondosas e generosas de Hollywood: comprava comida para toda a equipa de bastidores, fez companhia a um sem-abrigo, doou várias vezes parte (uma boa parte) do seu ordenado para que se pudesse investir noutras áreas da produção dos filmes, como, por exemplo, nos efeitos especiais.

Tudo isto apesar de os desgostos que a vida já lhe reservou: foi abandonado pelo pai, o melhor amigo morreu de overdose, perdeu um filho quando a namorada Jennifer Syme estava grávida. Esta veio também a morrer depois.

O carácter de Keanu Reeves, que volta a ser protagonista em “John Wick: Chapter 3 – Parabellum”, não passa despercebido e está a tomar conta das redes sociais. Tanto assim é que nasceu uma página de Facebook de ode ao Keanuísmo, uma espécie de religião — em modo humorístico — seguida por quem adora o ator. A veneração ao ator também já chegou ao Instagram, esta página com com pouco mais de 800 seguidores, mas onde se podem ler comentários em publicações em que se escreve “keamém”.

"Keamém", escreve um utilizador

Na descrição da página, pode ler-se: “Eu sei que você esta ai fora. Eu posso senti-lo agora. Eu sei que você tem medo. Você tem medo de nós. Você tem medo de mudanças. Eu não sei o futuro. Eu não vim aqui para dizer como isso vai acabar. Eu vim aqui para dizer como isso vai começar. Eu vou desligar esse telefone, e então eu vou mostrar a essas pessoas o que você não quer que elas vejam. Eu vou mostrar-lhes um mundo sem você. Um mundo sem regras ou controles, sem barreiras ou fronteiras. Um mundo onde tudo é possível. Onde vamos, daqui, é uma opção que eu deixo para você.” Deus Keanu

Apesar de ter sido criada a 10 de junho, passados quatro dias, a página da religião dedicada ao ator já conta com 21 mil seguidores, tendo já chamado a atenção da imprensa e das redes sociais.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]