Do vídeo das agressões à primeira entrevista. Tudo sobre a polémica entre Neymar e a modelo que o acusa de violação

Najila Trindade Mendes de Souza deu uma entrevista exclusiva a um canal brasileiro. Horas depois tornou-se viral um vídeo gravado no quarto.

A modelo e o jogador conheceram-se através da rede social Instagram

Najila Trindade Mendes de Souza, cuja identidade permanecia anónima até esta quinta-feira, 5 de junho, deu a cara e acusou Neymar de a ter agredido sexualmente, depois de no início do mês ter sido tornado público o facto de uma mulher ter feito queixa contra o jogador. “Fui vítima de estupro”, diz a modelo e estudante de design de interiores, que se descreve como “uma pessoa comum”, na entrevista exclusiva dada ao canal brasileiro SBT Brasil.

Horas depois, tornou-se viral um vídeo que mostra a modelo brasileira a atacar o jogador, num hotel, um dia depois de o alegado ataque ter ocorrido. Nas imagens divulgadas é possível ver a modelo deitada na cama com o jogador, antes de o surpreender e começar atacá-lo. Ouve-se: “Vou bater em você. Você sabe por que eu vou bater em você? Você sabe por quê? Você sabe por quê? Porque você me agrediu ontem. Você me deixou aqui sozinha.” O jogador defende-se primeiro com o pé, antes de a tentar imobilizar.

Na entrevista de 12 minutos dada por Najila, que revelou que conheceu o jogador através do Instagram, a modelo garante que foi vítima de “agressão e violação”, mas avança também que o encontro começou por ser consensual, tendo-se, posteriormente, tornado violento, com o jogador a negar-se a parar após a modelo lhe ter pedido. “Ele era totalmente diferente das mensagens”, diz.

Trindade assume que inicialmente gostava de Neymar e que queria ter relações com ele. De acordo com o que relata, o jogador terá pago um bilhete de avião para que ela fosse, do Brasil, ao seu encontro, em Paris.

O novo advogado de Najila Trindade Mendes de Sousa, Danilo Garcia de Andrade, disse à “Globo1” que o clip que foi divulgado é apenas uma parte de um vídeo que tem um total de sete minutos, que a brasileira gravou numa tentativa de ter provas da suposta agressão de Neymar. Rejeita qualquer tese que defende que a agressão faz parte de um plano e conta ainda que a modelo tem sido vítima de ameaças por parte de jogadores da seleção brasileira.

Ainda assim, na entrevista de 12 minutos dada ao canal brasileiro, o jornalista confronta-a com o facto de a sua anterior defesa legal — com quem já não está a trabalhar, segundo o “G1” — ter dito que apenas tinha havido agressão e não de violação. “Ele não estava acreditando em mim”, justifica Najila.

O  jogador admitiu que se encontrou com a modelo, mas nega a acusação de violação e agressão, alegando que as relações que decorreram foram consensuais, dizendo também que toda a situação faz parte de um plano. Antes de Najila Trindade ter dado a cara e revelado a sua identidade, Neymar terá gravado um vídeo a explicar que estava a ser vítima de um esquema, divulgando também mensagens e fotografias que a modelo lhe terá enviado em topless e deitada na cama. “Bom dia, objeto da minha libido” foi uma das frases tornadas públicas.

O pai de Neymar também já veio falar sobre a polémica, com declarações publicadas pelo “G1“, pela altura em que foi tornado público o facto que uma mulher, cuja identidade permanecia anónima, teria feito queixa contra o jogador: diz que o vídeo é real, mas que mostra como a modelo terá enganado o jogador. O pai do jogador chama ainda a atenção para o facto de a câmara já estar a filmar no momento em que o filho chega ao quarto, sugerindo que a investigação divulgue o resto das imagens.

A polícia brasileira já deu início a uma investigação sobre a alegada agressão e violação, depois de a modelo ter partilhado as imagens, no início do mês de julho. O vídeo, as fotografias e mensagens partilhadas pelo jogador não terão tido bom resultado: a polícia iniciou uma investigação, na origem de o jogador ter tornado públicas imagens e mensagens intimas da mulher, sem a sua autorização. No Brasil, este é um crime que pode levar a uma pena máxima de cinco anos de prisão.

A entrevista dada pela modelo brasileira foi transmitida uma hora antes de o jogador — transferido do Barcelona para Paris Saint-German por 222 milhões de euros, em 2017 — entrar em campo, para jogar contra o Catar. Escreveu no Instagram: “Hoje tenho uma das partidas mais difíceis da minha carreira, se não for a mais (pelas circunstâncias).”

20 minutos depois de começar, o jogador saiu de campo, com uma entorse no tornozelo direito. A lesão, conjugada com a polémica em que está envolvido, retiraram-no da seleção brasileira e da Copa América, que, com início já em 14 de junho, irá decorrer no Brasil. O anúncio foi feito pela CBF esta quinta-feira, 6 de junho.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]