Já perceberam que sou doida por escapadinhas, certo? Gosto de conhecer sítios novos (acho cada vez mais que Portugal está recheado de paraísos escondidos), de usufruir de experiências (seja de desporto, de culinária, de aventura, de arte…) e sempre tive pontaria para escolher hotéis surpreendentes. E, desta vez, a pontaria foi mais do que certeira.

Posso começar por vos dizer que este espaço está no meu Top de mini-férias em Portugal, pelo LUGAR, pela equipa que nos recebeu, pela oferta e pelo ambiente que ali se vive. Vamos ao nome? Vila Monte Farm House, localizado no interior do Algarve, em Olhão, a dez minutos da praia.

Está na altura de vos começar a descrever estes dias de sonho. Cheguei (já atrasada) e, por isso, só tive tempo de ir conhecer o quarto e deixar lá as malas. É preciso referir que o sorriso e a simpatia com que fui recebida conquistaram-me de imediato.

Ao longo dos nove hectares da propriedade, o Vila Monte Farm House tem cerca de 55 quartos, distribuídos em vários edifícios. Gostei muito do meu quarto, que misturava (tal como todo o hotel) o rústico com o boho-chic. Elegante, muito charmoso, mas com vários elementos representativos DO Algarve sempre presentes.

4 fotos
3 fotos

A primeira experiência foi das minhas favoritas: levaram-nos do hotel até ao cais de Olhão num transfer, e deixaram-nos num catamaran para um passeio ao fim do dia. O tempo estava ótimo e a música também. Um cruzeiro de luxo, com um capitão local que nos ia explicando e contando histórias sobre a Ria Formosa. Depois deste passeio relaxante, fomos literalmente “largados” numa ilha deserta, mesmo em frente à Ilha do Farol (para aonde vou, curiosamente, desde pequena) com duas cestas na mão.

Agora perguntam: mas o que tinham essas cestas? Marisco do restaurante “À Terra”, bem fresquinho, e, sem dúvida alguma, as melhores ostras que comi nos últimos tempos. Montámos o piquenique na praia, mesmo à beira-mar, sozinhos nesta ilha, e com um pôr do sol único. Por uns minutos parei, olhei à minha volta, respirei fundo e gritei de felicidade. Cores, sabores, aromas, sons… Que sensação!

8 fotos
7 fotos

O dia seguinte foi recheado de atividades. Mas, antes de lá irmos, é preciso dizer que amei os pequenos-almoços do Vila Monte Farm House, servido no Laranjal, uma das salas do hotel. Comida muito saborosa, várias opções para todos os gostos e uma equipa sempre disponível para satisfazer os nossos pedidos e vontades.

8 fotos

Agora sim: começámos este segundo dia a fazer um workshop de super-alimentos com a Janet Shook, curadora de bem-estar do hotel, apaixonada por um estilo de vida saudável, que nos ensinou sobre a utilização de alimentos locais e respetivos benefícios para a nossa saúde. Foi muito interessante porque estivemos a aprender a fazer bolinhas energéticas (um snack ótimo para andar sempre connosco). Mas tudo isto com super-alimentos algarvios: mistura-se figos secos — demolhados em água (tem que se deixar durante a noite uns figos secos dentro de uma taça com água) —, amêndoa ralada, mel, canela, erva doce e alfarroba. Que saboroso! Com o que sobrou da amêndoa, juntámos água e fizemos leite de amêndoa. Porque, para a Janet, todos as sobras devem ser reaproveitadas. Foi este o espírito.

14 fotos

Depois deste workshop, aproveitámos para usufruir da piscina, dar uns bons mergulhos, apanhar sol e almoçar uma pizza e uma salada bem apetitosas. Às 16 horas tínhamos um workshop de aromaterapia. Nunca tinha feito algo do género e achei incrível o poder que as fragrâncias têm no nosso corpo e respetivas necessidades. Estivemos a fazer um esfoliante de corpo (que vou replicar em casa, garantidamente): inserir alfazema numa taça, esmagar com um pilão (ou com uma pedra da calçada, por exemplo), adicionar sal grosso e óleo de amêndoas doces. Misturar tudo e está feito.

Se quiserem fazer esfoliante para a cara, podem fazer exatamente a mesma coisa, mas em vez de usarem sal grosso, usem açúcar, para não ser tão agressivo. Estivemos ainda a fazer, com barro branco, colares perfumados. Para finalizar da melhor maneira, fizemos uma massagem relaxante de aromaterapia, ou seja, com óleos essenciais feitos à mão a partir de várias plantas medicinais do Alentejo e do Algarve.

5 fotos
8 fotos

No que é que tudo isto culminou? Num jantar perfeito na Torre do Hotel, a convite do chef do restaurante, Adérito de Almeida, que nos presenteou com umas boas entradas e um peixe ao sal. Não estava a acreditar quando vi aquele robalo a chegar à mesa! Sou uma apaixonada por peixe e peixe desta categoria só mesmo no Algarve. Por fim, foi-nos preparado um ninho com várias sobremesas, um mix de sabores doces inesquecível.

6 fotos

Para terminar a noite em cheio, o Laurentino, astrónomo amador, foi ter connosco à Torre do Hotel e perdemos a noção do tempo a ver as estrelas durante horas em vários telescópios, aquilo a que chamam de uma Sessão de Stargazing. A forma como o Laurentino nos mostrou o seu amor pelo universo, e por todas as dúvidas e questões sem resposta, fez-nos ganhar um respeito e um fascínio grande pela astronomia. Podem ter a certeza de que, daqui em diante, sempre que olhar para o céu, vou-me lembrar desta noite e já vou conseguir ver coisas que não estava habituada a ver.

2 fotos

No terceiro e último dia, acordámos já com pena de termos que ir embora… soube a pouco. Mas quisemos terminar da melhor maneira e, por isso, optámos pelo passeio a cavalo pela Ria Formosa, com duas éguas, a Índia e a Tivorana. Foi a minha segunda vez a andar de cavalo. Confesso que não adorei a primeira, mas, desta vez, fiquei fã. Tenho algum medo — aliás, tenho demasiado respeito por cavalos! — e, por isso, no início estava mais reticente. Mas apaixonei-me por estas duas éguas: muito meigas e calmas. Acho que toda a gente devia experimentar uma vez na vida este passeio. Foi uma experiência muito tranquilizante, onde sentimos, cheiramos e observamos o que está à nossa volta de outra forma. Aqui entre nós: por momentos, senti que estava a fazer cinema. O passeio começa nas laranjeiras e termina nas lagoas da Ria Formosa, e essa parte é surpreendente.

5 fotos

Vila Monte Farm House

Mostrar Esconder

Morada: Sítio dos Caliços – Moncarapacho (Olhão)
Telefone: 289 790 790
Email: [email protected](geral); [email protected](reservas)
Preços: quarto duplo a partir de 126€ por noite (a 380€ em julho e agosto) e suite superior a partir de 200€ (a 590€ em julho e agosto).

Estas são apenas algumas da opções de atividades e experiências que este hotel oferece. Aliás, não me lembro de conhecer nenhum hotel que oferecesse tantas experiências diferentes e, ao mesmo tempo, tão personalizadas.

Antes de regressarmos para Lisboa, estivemos à conversa com o diretor do Vila Monte Farm House, Lionel Alvarez. E digo-vos exatamente o mesmo que lhe disse: as pessoas que aqui trabalham transpiram felicidade. Ao que obtive como resposta: “Este lugar é especial”. Sem dúvida. Sinto-me uma privilegiada por ter tido esta oportunidade e não posso deixar de dar os parabéns a todos os profissionais que estão associados a este projeto, à sua entrega e profissionalismo. No Vila Monte Farm House trabalha-se com amor, e isso faz a diferença.

Ler mais