Apesar de o mundo se dividir entre os amantes de cães e gatos, há quem tente que os felinos se comportem como o melhor amigo do homem — e, de acordo com Jackson Galaxy, um especialista em comportamento de gatos e apresentador do programa “My Cat From Hell”, esse é o maior erro que se pode cometer.

“As pessoas acham que os gatos são cães falhados, continuam a olhar para eles dessa forma, e é um problema que observo frequentemente”, disse Jackson Galaxy ao “The Huffington Post”. De acordo com o especialista em comportamento animal, tentar a todo o custo que os gatos preencham uma lacuna deixada por um cão apenas conduz a confusão e a deceção. Ao contrário dos cães, que são educados pelos humanos, os gatos fazem-no sozinhos, nos seus próprios termos.

“O propósito dos gatos não é fazer ninguém feliz. Sei que soa a sarcasmo, mas não é”, salientou Jackson Galaxy à mesma publicação, referindo, no entanto, que os gatos podem estreitar laços com os seres humanos. Para tal, basta que estes percebam a maneira como os gatos funcionam.

10 coisas que pode (e deve) aprender com o seu gato

O especialista refere também que todos os gatos são diferentes e, sendo assim, expressam amor de formas distintas: “Para alguns gatos, dormir aos pés da cama do dono é um grande elogio. Outros preferem dormir na cara dos humanos, depende das personalidades. Mas, para um gato, amor é confiança”.

É também por isso que o gesto de os felinos se deitarem de costas, com a barriga exposta, é bastante significativo. Grande parte dos gatos não gosta assim tanto de festas na barriga mas, ao colocarem-se nesta vulnerável posição, mostram aos donos que confiam plenamente neles.

Outro possível sinal de afeto é o piscar de olhos, mais precisamente quando o fazem de forma lenta, a fitar alguém. De qualquer forma, e segundo Jackson Galaxy, o amor dos felinos pode ser difícil de perceber pelos humanos: “Se vive com um gato e este passa tempo consigo, próximo da sua pessoa e procura por si, este não o vê apenas como um dispensador de comida, mas nutre-lhe amor”.

Mas afinal como é que funciona a língua dos gatos?

Para que o seu gato tenha uma vida feliz, é importante que brinque com ele diariamente. O especialista em comportamento salienta que as brincadeiras fazem os felinos sentirem-se como “caçadores” e aumenta-lhes a confiança.

“Se brincar com ele todos os dias, vai notar uma diferença significativa no seu estado físico, mental e espiritual, para além de o laço entre vocês também crescer consideravelmente”, remata Jackson Galaxy.