Diz-se que Paris é o berço e a capital da moda por excelência. Foi aqui que as melhores marcas de luxo deram os seus primeiros passos e é precisamente em Paris que são apresentadas, temporada após temporada, as principais tendências para as estações seguintes.

Seria lógico pensar que qualquer evento realizado em França fosse um desfilar de bom gosto e elegância. Ainda que a maioria das pessoas que pisa a passadeira vermelha tenha em atenção estas duas regras, existem outras tantas que parecem gostar de chocar pela sua irreverência, originalidade e mau gosto.

No festival de Cannes, que termina este sábado, 25 de maio, foi exatamente isto  que aconteceu: a maioria das celebridades irradiou elegância mas houve outras tantas que não conseguiram chegar ao topo das mais bem vestidas.

Ex-concorrente de “Love on Top” é pedida em casamento na passadeira vermelha em Cannes

Uma das maiores surpresas foi a atriz francesa Marion Cotillard, que em tempos era presença assídua nas celebridades com mais bom gosto. Para o festival de cinema, optou por um conjunto esquisito que em nada se adequava ao ambiente: top crop e calções pretos, uma espécie de kimono com rasgões e umas botas de biqueira aberta. Para rematar, um colar statement e uns brincos que nada tinham que ver com o restante look.

Mas como Cotillard existem outras celebridades que desfilaram vestidos pouco elegantes: tecidos pesados, opções de styling no mínimo esquisitas (olá, Amber Heard) e vestidos demasiado volumosos foram algumas das coisas vistas nesta edição do festival de Cannes.

12 fotos