Offside Lisboa. O festival de futebol mesmo para quem não sabe o que é um fora de jogo

Além de exposições, debates e um torneio de futebol, há ainda uma watch party para ver o final da Liga Europa entre Chelsea e Arsenal.

A segunda edição do festival vai acontecer em vários pontos de Lisboa

Arseny Togulev/Unsplash

Chama-se Offside e promete pôr os fãs de futebol a pensar e a discutir o fenómeno mundial — até mesmo aqueles que não sabem o que é um fora de jogo ou um 4-4-2. Depois de uma primeira edição com apenas três dias de atividades, a edição deste ano regressa a Lisboa, entre 27 de maio e 2 de junho.

As atividades, que estão divididas entre sessões de cinema, exposições, debates, relatos, quizzes e um pequeno torneio de futebol, vão acontecer um pouco por toda a cidade. Segundo revela João Tibério, um dos responsáveis pela organização, a ideia é recuperar a magia da infância.

“O facto de o festival acontecer em vários locais é muito semelhante àquela ideia que tínhamos quando éramos miúdos, em que sentíamos que qualquer sítio era bom para jogar à bola”, explica à MAGG.

Apesar de ter sido criado em 2018, o Offside é um projeto que começou a ser pensado e desenvolvido na cabeça de três amigos em meados de 2012. Em comum tinham duas paixões: o cinema e o futebol, duas áreas que são bem mais próximas do que se imagina.

“Foi em 2012 que começámos a pensar que seria giro criar uma pequena mostra de filmes sobre futebol. E existem mais do que aqueles que as pessoas acham. Por ano, aparecem cerca de 50 a 70 filmes em todo o mundo.”

E a verdade é que não vão faltar filmes na nova edição do Offside, sempre com a preocupação de não alienar quem não é seguidor assíduo do desporto.

“Tivemos a preocupação de variar e de fazer uma seleção cuidada. Estes filmes são pensados para pessoas que não gostam ou não percebem o fenómeno.” É o caso de “A Taça dos Trabalhadores”, que mostra como são as condições de trabalho daqueles que estão, atualmente, no Catar a preparar o Mundial de Futebol marcado para 2022.

“Queremos também consciencializar para o facto de o futebol, por ser um tema que toca a muita gente, ter a capacidade de pôr pessoas a pensar sobre política, racismo, condições de trabalho e igualdade de género. Queremos politizar uma coisa que às vezes parece apenas ócio”, continua.

Além dos filmes, que vão ser exibidos no Cinema City de Alvalade, em Lisboa, e do torneio de futebol (de cinco para cinco na Av. Estados Unidos da América), quem for ao festival vai ter a oportunidade de assistir à final da Liga Europa, entre Chelsea e Arsenal, na Fnac Chiado, em formato de watch party.

A entrada é livre e o jogo vai ser acompanhado de um relato diferente daquilo a que estamos habituados — com a participação de Pedro Miguel Ribeiro, Pedro Arcanjo e Sofia Oliveira.

O programa completo do festival pode ser consultado no site oficial e os bilhetes (para as sessões de cinema, para o jantar comemorativo e para o torneio de futebol) já estão à venda através da Blueticket.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]