“Chernobyl” já é mais bem cotada do que “A Guerra dos Tronos” e “Breaking Bad”

Com apenas três episódios disponíveis, a minissérie que narra o desastre nuclear da Ucrânia já foi descrita como uma "obra-prima".

A minissérie estreou a 7 de maio e conta a história do desastre nuclear da então República Socialista Soviética da Ucrânia

Mesmo com o alarido em torno do final de “A Guerra dos Tronos“, a minissérie “Chernobyl” não passou despercebida. Com três de cinco episódios já disponíveis na HBO (vão para o ar à terça-feira), quem começou a ver não ficou indiferente. Narra o maior desastre nuclear da história, que aconteceu a 26 de abril de 1986 na central elétrica da Central Nuclear de Chernobil, na Ucrânia — que por esta altura fazia parte da União Soviética, estando, portanto na sua jurisdição. As consequências das radiações emitidas pela explosão e incêndio ainda se estão a sentir: a cidade não pode ser habitada e muitos dos seus habitantes ficaram doentes.

O sucesso da minissérie criada por Craig Mazin é evidente: já tem uma pontuação de 9,6 em 10 no IMDb, estando já mais bem cotada do que “A Guerra dos Tronos” ou “Breaking Bad”, com 9,4 e 9,5, respetivamente.

As reações no Twitter dão conta do seu sucesso. A série, que integra no elenco Emily Watson (“A Teoria de Tudo“) ou Jared Harris (“Mad Men“), já foi descrita como uma “obra-prima”.

“Chernobyl” estreou a 7 de maio. Os três primeiros episódios já estão disponíveis na HBO Portugal. O próximo vai para o ar na terça-feira, 27 de maio.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]